Anadia/AL

13 de junho de 2024

Anadia/AL, 13 de junho de 2024

Caso Anthony: pai que confessou ter matado filho envenenado é indiciado pela polícia

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 11 de junho de 2024

pre

Foto: Reprodução

O pai do menino Anthony Levy Nascimento dos Santos, criança de apenas quatro anos que morreu envenenada em Maceió, foi indiciado pela Polícia Civil de Alagoas por homicídio qualificado. A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (11) pelo delegado Arthur César.

Matheus Soares Omena dos Santos, de 24 anos, confessou que colocou veneno para matar rato no mingau do filho pois queria se vingar da ex-mulher, mãe da vítima, por desentendimentos no processo de separação.

O assassinato foi tratado pela polícia como homicídio qualificado majorado em 2/3 por Anthony Levy ter menos de 14 anos de idade. O crime também pode ser agravado pois há indícios de ele ter sido premeditado.

O caso – O pai do menino Anthony Levy foi preso no dia 29 de maio de 2024. A criança faleceu dois dias antes da detenção após passar mal em uma creche, no bairro de São Jorge, em Maceió. Matheus Omena confessou que matou o filho com “chumbinho”, agrotóxico vendido ilegalmente, comprado no bairro do Jacintinho.

Segundo a investigação, o menino morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jacintinho, após passar mal durante uma atividade no Centro Municipal de Educação Infantil [CMEI] Paulo Freire. Anthony estava praticando uma atividade, quando teria relatado à professora que não estava se sentindo bem, quando foi socorrido e levado à UPA.

Procurada, a Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) informou lamentar profundamente o falecimento da criança e disse que o menino foi rapidamente socorrido por professoras da própria unidade, para a UPA mais próxima, onde chegou a receber atendimento médico.

O laudo da necropsia indicou a presença de substância estranha no suco gástrico, informou o Instituto Médico Legal de Maceió.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens