Anadia/AL

18 de maio de 2024

Anadia/AL, 18 de maio de 2024

Com investigações perto do fim, agentes da PF falam em prisão de Bolsonaro

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 17 de janeiro de 2024

vv2

(Foto: Isac Nóbrega/PR)

A possibilidade de prisão de Bolsonaro é tratada com normalidade pelos agentes envolvidos na investigação. Uma fonte da PF destacou que, caso a equipe identifique envolvimento em crimes, as prisões serão efetuadas conforme os critérios legais, sem privilégios ou impunidade. “Se a equipe investigativa identificar que Jair, José, Maria, João tem envolvimento em crimes, eles vão ser presos. Qualquer investigado, se tiver provas e se enquadrar nos critérios das prisões vai ser preso, pode ser Jair, João, Maria”.

Apesar da atenção da mídia sobre o caso, a delação de Mauro Cid ainda não foi divulgada na íntegra, o que tem sido utilizado pela defesa de Bolsonaro como motivo para descredibilizar as informações já divulgadas. As informações mantidas em sigilo, entretanto, teriam gerado efeitos significativos, segundo os investigadores.

A colaboração de Cid, que era considerado homem de confiança de Bolsonaro, abrange diversos aspectos, incluindo a tentativa de golpe ocorrida em 8 de janeiro, desvio de joias recebidas como presente da Arábia Saudita e a fraude no cartão de vacinas. A PF compara a delação a um roteiro valioso que tem auxiliado na obtenção de mais provas para fortalecer o caso. “A PF não vai perseguir, nem proteger ninguém. Os erros do sistema criminal que foram cometidos com Lula não quero inverter e cometer com Bolsonaro”, ressaltou uma fonte da PF.

*Redação com Brasil 247 

Galeria de Imagens