Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Como será a divisão de cotas no acordo bilionário entre Libra e Globo

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 8 de março de 2024

VV2

Rafael Ribeiro/ CBF

Por: Marcel Rizzo, Leonardo Parrela

Os clubes que fazem parte da Libra, com exceção do Corinthians, assinaram acordo com a Globo para a venda dos direitos de transmissão de seus jogos como mandante na Série A do Brasileirão de 2025 a 2029. O Atlético está incluído. O acordo prevê pagamento anual de cerca de R$ 1,3 bilhão para TVs aberta e fechada e adicional do pay-per-view.

O montante também terá uma divisão com base em três pilares:

  • 40% igualitário
  • 30% performance
  • 30% audiência

É um formato igual ao que é feito atualmente, quando a Globo negociou individualmente com os clubes os contratos que expiram em 2024. O quanto cada clube receberá anualmente, portanto, dependerá de sua colocação final na competição e de quantos jogos serão transmitidos em cada plataforma.

Mas mesmo o valor igualitário pode sofrer diferença de ano a ano. Isso vai depender de quantos clubes da Libra estarão na Série A em cada temporada. Se esse acordo já valesse para 2024, seriam oito, já que o Corinthians não assinou, a dividir o montante igualitário de cerca de R$ 520 milhões.

A assinatura

O acordo prevê a transmissão em todas as plataformas (TVs aberta e fechada, internet, streaming e pay-per-view) das partidas como mandantes de Atlético, Bahia, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Santos, São Paulo, Vitória e outras equipes que possam aderir à Libra no futuro.

O contato total, pelos cinco anos, ultrapassa os R$ 6 bilhões, segundo comunicado da Libra. Em 2024 haverá um adiantamento de R$ 650 milhões para a divisão entre os clubes, entre R$ 60 milhões e R$ 65 milhões para cada. O Santos estará na Série B em 2024 e fechou um contrato à parte com a Globo para a transmissão de seus jogos na Segunda Divisão.

O Corinthians, por ora, decidiu ouvir outras propostas e tem conversado com investidores do outro grupo de clubes, a Liga Forte União. Nos bastidores o presidente Augusto Nunes tem dito que quer receber valor equivalente ao Flamengo. A direção do Timão não comunicou à Libra que está deixando o grupo.

A Libra é formada por ABC, Atlético, Bahia, Brusque, Corinthians, Flamengo, Grêmio, Guarani, Ituano, Mirassol, Novorizontino, Palmeiras, Paysandu, Ponte Preta, Red Bull Bragantino, Sampaio Corrêa, Santos, São Paulo e Vitória.

A Liga Forte União tem Athletico-PR, América, Atlético-GO, Avaí, Chapecoense, Ceará, Criciúma, CRB, CSA, Cuiabá, Figueirense, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Juventude, Londrina, Náutico, Operário, Sport, Tombense e Vila Nova, Botafogo, Cruzeiro, Coritiba e Vasco.

*Redação com Itatiaia

Galeria de Imagens