Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Copa do Brasil: Vasco supera Fortaleza nos pênaltis; Bragantino bate o Sousa

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 22 de maio de 2024

vaco

Goleiro do Vasco, Léo Jardim, defendeu a última batida dos cearenses | Crédito: Leandro Amorim / Vasco

Em jogo eletrizante em São Januário, decidido nos pênaltis, o Vasco carimbou seu passaporte para as oitavas de final da Copa do Brasil. Após empatar por 3 a 3 no tempo normal com o Fortaleza, o time carioca acertou suas cinco cobranças, viu Léo Jardim defender a última batida dos cearenses e celebrou muito a classificação com 5 a 4, nesta terça-feira. Na ida, o duelo ficou empatado sem gols.

Com a vaga, o Vasco ainda embolsou R$ 3,4 milhões. Dinheiro bem-vindo, em meio a briga jurídica entre clube e a SAF da 777 Partners. O adversário do time carioca será definido através de sorteio.

Payet, Sforza, Lucas Piton, Puma Rodríguez e Vegetti converteram os pênaltis para o Vasco. O Fortaleza também vinha bem nas cobranças, com Lucero, Yago Pikachu, Hércules e José Welison marcando, mas na quinta e última batida, Kervin Andrade parou no goleiro Léo Jardim, que deu a vaga ao time carioca.

O Vasco iniciou a partida desligado. Maicon errou na saída de bola, Pochettino acionou Marinho que bateu forte, cruzado, para abrir o placar para o Fortaleza, com sete minutos de jogo. Minutos depois, Marinho se tornaria vilão, ao cortar a bola com o braço, dentro da área. Após revisão do VAR, o pênalti foi assinalado. Vegetti deslocou o goleiro e deixou tudo igual.

A partida ficou aberta após o empate. Adson teve a chance da virada, mas chegou atrasado na bola. Depois, o Fortaleza dominou a parte final. Lucero cabeceou e Léo Jardim fez bela defesa. O Vasco ainda seria salvo pelo travessão, em nova cabeçada do atacante. Ainda deu tempo de Pochettino assustar, em nova jogada pelo alto do time nordestino.

Na segunda etapa, o Fortaleza voltou com a mesma postura. Com nove minutos, Lucero puxou o contra-ataque, se infiltrou na área e completou para as redes o cruzamento de Breno Lopes. Novamente a alegria durou pouco. Em contragolpe de manual, Adson acionou Payet, que rolou para Pumita cruzar na medida para Vegetti, de cabeça, mandar para as redes e empatar, aos 20.

O gol incendiou São Januário. Empurrado pela atmosfera das arquibancadas, Payet serviu Lucas Piton, que bateu cruzado para virar o placar para os donos da casa, aos 30. O final foi tenso. O Fortaleza correu atrás da reação e aos 43, Hércules arriscou de longe, deixou 3 a 3 e levou a definição da vaga para os pênaltis, nos quais os vascaínos foram mais eficientes.

Quem também está garantido nas oitavas de final é o Red Bull Bragantino. O time do interior paulista passou fácil pela sensação Sousa-PB – que eliminou o Cruzeiro – por 3 a 0, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Na ida, o jogo acabou empatado por 1 a 1. Juninho Capixaba, Henry Mosquera e Gustavinho foram os autores dos gols da classificação.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens