Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

CORINTHIANS BUSCA EMPATE HEROICO CONTRA O PALMEIRAS COM DOIS A MENOS E ZAGUEIRO NO GOL

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 18 de fevereiro de 2024

vv2

VINICIUS NUNES/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO

Por: Matheus Fiuza

Na noite deste domingo, o Corinthians buscou um empate heroico diante do Palmeiras. Na Arena Barueri, o Timão jogou mal, ficou com dois a menos, um zagueiro no gol, mas marcou duas vezes na reta final para alcançar o empate em 2 a 2 no Campeonato Paulista.

O elenco comandado por António Oliveira cedeu diversas chances ao arquirrival na primeira etapa, até Endrick abrir o placar no final. Nos 45 minutos finais, o time alvinegro não melhorou e continuou sendo dominado pelo Palmeiras, que ampliou o placar com Flaco López.

Porém, o Corinthians não desistiu. Yuri Alberto diminuiu aos 42 minutos para o Timão. Cássio ainda foi expulso nos acréscimos, levando o zagueiro Gustavo Henrique a assumir a posição. O centroavante, logo depois, saiu machucado e deixou a equipe com dois a menos. Porém, Rodrigo Garro foi o salvador do Corinthians. Em cobrança de falta nos acréscimos, ele acertou um chute no ângulo para igualar o Dérbi, que ainda contou com Raniele para tirar bola em cima da linha na última chance do jogo.

Com o empate, o clube alvinegro chega aos dez pontos e se mantém em situação complicada de olho em mata-mata, com três rodadas restantes. O Timão segue atrás de Red Bull Bragantino (15), Mirassol (14) e Inter de Limeira (13), que ainda tem um jogo a menos. Apenas os dois primeiros colocados se classificam para as quartas de final.

Anota aí, Fiel! O próximo compromisso oficial do Corinthians não será pelo Campeonato Paulista. Na quinta-feira, dia 21, o Timão vai ao Paraná enfrentar o Cianorte, às 20h, em confronto válido pela primeira fase da Copa do Brasil.

Escalação

O técnico António Oliveira, que estreou em clássicos pelo Timão, fez apenas uma mudança na equipe titular. Maycon, que se recupera de um incômodo na coxa esquerda e sequer esteve no banco de reservas, deu lugar a Fausto Vera. Desta forma, o Corinthians iniciou com: Cássio; Fagner, Félix Torres, Gustavo Henrique e Caetano; Raniele, Fausto Vera e Rodrigo Garro; Wesley, Romero e Yuri Alberto.

No banco de reservas, o treinador teve à disposição os seguintes atletas: Carlos Miguel, Matheus França, Matías Rojas, Pedro Henrique, Giovane, Gustavo Mosquito, Guilherme Biro, Matheus Araújo, Raul Gustavo, Léo Mana, Ryan e Hugo.

O Palmeiras, por sua vez, foi a campo com: Weverton; Marcos Rocha, Murilo, Luan, Gustavo Gómez e Piquerez; Aníbal Moreno, Zé Rafael e Richard Ríos; Endrick e López.

O jogo

Primeiro tempo

O começo do Dérbi manteve as tensões iniciais esperadas. O Corinthians tentou manter a iniciativa, mas errava passes logo de cara. O Palmeiras aproveitou e criou a primeira jogada em velocidade, com finalização sem perigo de Zé Rafael, aos dois, mas havia impedimento no lance. Dois minutos depois, Flaco López tentou encobrir Cássio do meio-campo, porém jogou por cima do gol.

O Timão seguia com dificuldades na troca de passes, gerando erros e espaço para o arquirrival avançar no campo. Aos seis, Endrick driblou Gustavo Henrique e Caetano e partiu em velocidade, mas não contava com a cobertura de Raniele, que afastou o perigo.

A partida começou a ficou quente. Romero deu forte entrada em Gustavo Gómez e recebeu cartão amarelo. O zagueiro rival também foi advertido por falta dura em Yuri Alberto e, minutos depois, foi substituído por um problema no tornozelo.

Sem conseguir grandes chances, o Timão viu o rival perdeu uma grande chance. Aos 17, Endrick recebeu pelo meio e achou passe para Flaco López. O atacante recebeu livre no meio da defesa e invadiu a área. Ele finalizou de esquerda, mas a bola passou à direita de Cássio.

O Corinthians tentava cadenciar o jogo e começou a frequentar mais o campo de ataque. Raniele encontrou Wesley aberto pela esquerda. No mano a mano, ele deixou Marcos Rocha para trás e cruzou, porém a defesa do Palmeiras fez o corte. Nova tentativa veio com Romero, aos 22, em novo levantamento bloqueado.

O jogo pelos lados voltava a ser o melhor amigo corinthiano. Aos 28, Garro tabelou com Yuri Alberto, que trouxe a bola para o meio. O centroavante arriscou de longe, mas o tiro saiu por cima do gol de Weverton.

A defesa corinthiana seguia dando calafrios na torcida. Caetano bobeou na saída de bola e perdeu para Endrick, que armou passe para López. Ele superou Gustavo Henrique e chutou, mas a bola viajou. Aos 34, nova bobeira. O Palmeiras cobrou lateral rápido pela esquerda para Zé Rafael, que cruzou na mão de Cássio. O goleiro segurou em dois tempos.

O elenco comandado por António Oliveira demorou a finalizar novamente, mas veio com Yuri Alberto. Aos 37, Romero avançou pela direita e tocou para trás. O camisa finalizou mascado e mandou para fora. Três minutos depois, Garro deu lindo chapéu em Richard Ríos e ganhou campo. De longe, ele arriscou, mas pegou mal na bola.

Porém, o balde de água fria veio aos 43 minutos. O Palmeiras recuperou a bola na intermediária direita do ataque, e Zé Rafael encontrou Endrick na entrada da área. Ele limpou Fausto Vera e bateu para o gol. Cássio encostou na bola, mas não fez a defesa. Palmeiras 1 a 0.

No último minuto do primeiro tempo, duas novas oportunidades do Palmeiras. Piquerez chutou pela esquerda, mas foi pra fora. Depois, a zaga alvinegra perdeu a bola e deixou para Endrick, que deu meia-lua em Gustavo Henrique. O atacante, porém, chutou em cima do Cássio e desperdiçou a chance.

Segundo tempo

Na volta dos vestiários, o treinador do Timão promoveu a estreia de Matheus França. O lateral-direito foi acionado na vaga de Fagner.

O Corinthians, porém, seguia com problemas na saída de bola. Fausto Vera e Félix erraram em dois lances seguidos, cedendo finalizações de Marcos Rocha e Endrick, mas ambas sem perigo.

Não demorou para o Palmeiras assustar a defesa alvinegra. Endrick tabelou com Marcos Rocha, que trouxe a bola para o meio. Ele arriscou de esquerda e mandou a bola no ângulo, mas havia impedimento na jogada e o tento foi anulado.

Aos 8, porém, o Corinthians teve a melhor oportunidade no jogo. Fausto Vera aproveitou rebote em falta cobrada na área e finalizou de esquerda, mas Weverton fez a defesa. Na sequência do escanteio, o argentino arriscou de novo, mas teve desvio no meio do caminho, facilitando a intervenção do goleiro rival.

Depois de novas dificuldades na partida, António Oliveira decidiu promover duas modificações, aos 15 minutos. Gustavo Mosquito e Pedro Henrique foram acionados nos lugares de Romero e Wesley, respectivamente.

Aos 20, o Palmeiras aproveitou novo erro da saída de bola do Corinthians, desta vez de Fausto Vera. Richard Ríos acionou Endrick, que dominou e finalizou rápido, mas a bola foi longe do alvo. Dois minutos depois, o jovem do rival tocou para Piquerez, que foi travado por Matheus França. No escanteio, López subiu mais alto que a defesa e mandou para o gol. 2 a 0 para o Palmeiras.

O Timão tentou responder à desvantagem com jogada individual de Pedro Henrique. O estreante partiu em velocidade, driblou Marcos Rocha e soltou uma bomba. A bola foi em cima de Weverton.

Aos 30 minutos, o clube alvinegro fez as duas últimas alterações. Biro entrou no lugar de Fausto, e Caetano foi substituído por Hugo.

Com a necessidade em buscar o resultado, o Corinthians ocupava mais o campo de ataque. Aos 34, Matheus França cruzou para Yuri Alberto, mas o centroavante cabeceou para fora. Na sequência, Gustavo Mosquito driblou a marcação pela direita e invadiu a área. O passe foi para Pedro Henrique, que foi bloqueado na hora do chute.

Após o Palmeiras criar duas chances com Rony, o Corinthians mostrou sinais de vida. Aos 42, Mosquito fez boa jogada pela direita e entrou na área. Ele tocou para trás e encontrou Yuri Alberto, que finalizou de primeira. A bola desviou no zagueiro e morreu no fundo do gol. Palmeiras 2 a 1 Corinthians.

A reação parecia ter sido em vão. Aos 45 minutos, Rony recebeu em velocidade na cara do gol. Ele tentou encobrir Cássio, que trombou com o goleiro corinthiano. Claus expulsou o camisa 12. Com as cinco substituições feitas, Gustavo Henrique precisou ocupar o papel de goleiro até o fim da partida. Piquerez bateu a falta com perigo, mas para fora.

Aos 50 minutos, um lance assustador. Yuri Alberto recebeu uma joelhada de Murilo, que foi advertido com amarelo. O centroavante corinthiano, porém, precisou ser substituído de maca, deixando o Timão com dois a menos.

O empate heroico saiu dos pés de Rodrigo Garro. Logo após a saída de Yuri Alberto, o argentino cobrou uma falta no ângulo, uma bomba em direção ao gol. Weverton não alcançou a bola, que bateu na trave e entrou. Corinthians 2 a 2 Palmeiras.

Mesmo com dois jogadores a menos, o Timão se segurou. Na última jogada, a bola rebateu na área corinthiana, sobrando para finalização do Palmeiras. O chute foi fraco, mas o zagueiro Gustavo Henrique deixou a bola passar. Em cima da linha, Raniele afastou o tento rival para dar números finais ao jogo. Empate por 2 a 2 no Dérbi.

*Redação com Meu Timão

Galeria de Imagens