Anadia/AL

18 de junho de 2024

Anadia/AL, 18 de junho de 2024

CRB fica no empate com o Amazonas, na sua estreia em casa pela Série B

Com o 0 a 0, Galo soma seu primeiro ponto na competição, assim como a Onça Pintada.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 28 de abril de 2024

eSPORTES

Galo e Onça Pintada ficaram no 0 a 0 no 1º tempo | Foto: Ailton Cruz

👁️‍🗨️ Fernanda Medeiros

Na tarde deste sábado (27), em sua primeira partida em casa, no Estádio Rei Pelé, válida pela Série B de 2024, o CRB ficou no empate sem gols com o Amazonas, em duelo pela segunda rodada. Mesmo estando com um jogador a mais em campo, já que a Onça teve o atleta Fabiano expulso no início da segunda etapa, o Galo não teve êxito nas tentativas de balançar a rede.

Com o resultado do empate, o Galo fica com um ponto, na 15ª posição, ao menos até o fechamento da rodada. E a Onça é a 14ª colocada, também somando um pontinho.

Na próxima rodada da competição, o time regatiano terá como adversário o Ceará, fora de casa, no Castelão, no dia 6 de maio (uma segunda-feira), às 19 horas. E o Amazonas vai enfrentar a Ponte Preta, no mesmo dia 6, no Moisés Lucarelli, em Campinas-SP, às 20h.

No entanto, o Galo vai entrar em campo no dia 2 de maio (quinta-feira), contra o Ceará, pela terceira fase da Copa do Brasil, às 20h30, no Trapichão.

CRB e Amazonas fizeram um jogo morno
CRB e Amazonas fizeram um jogo morno | Foto: Ailton Cruz

1º Tempo

O CRB foi quem começou pressionando e por pouco não abriu o placar aos 2 minutos, quando Anselmo Ramon aproveitou o chute cruzado, por baixo, e tentou o desvio, mas a bola ficou com a defesa. Aos 5′, de novo o Galo tentou, quando Caio César foi acionar Anselmo Ramon e a defesa da Onça recuou para o goleiro Mardden.

O Galo seguia sendo o dono da bola, com o duelo chegando aos 10 minutos, mas o Amazonas se postava muito bem na defesa, esperando alguma bobeira do time regatiano para sair em contra-ataque. Aos 13min, quando o CRB tentou, Hereda finalizou da entrada da área, mas a bola bateu na defesa do Amazonas.

Na primeira chegada da Onça Pintada, aos 14min, Matheus Serafim se mandou em velocidade, pela direita, e foi derrubado por Fábio Alemão, com falta em favor do time visitante. Na cobrança, porém, a pelota desviou na barreira e foi pela linha de fundo, em escanteio. Na cobrança, ensaiada, aos 16min, Ênio recuou para Matheusinho, que devolveu ao atacante, mas a bola correu demais e foi para fora, em tiro de meta.

A Onça não tinha pressa, com o duelo passando dos 35 minutos, e seguia com um ferrolho imenso em cima do time alvirrubro, todo com a bola na defesa, na retranca. E o Galo não conseguia furar esse bloqueio. Aos 38′, Anselmo Ramon fez o pivô para Mike, que tentou dominar, mas Fabiano chegou primeiro e acabou com a festa, despachando o perigo.

Aos 39min, o Galo chegou com perigo. Mike recebeu a bola dentro da área do Amazonas, puxou para o lado e bateu de perna direita, mas Mardden tocou na pelota com a ponta dos dedos e ela bateu na trave. Uma chance incrível perdida! E, assim, o tempo passava. O Amazonas ainda pressionou no finalzinho, mas, após os 4min de acréscimos, o árbitro apitou o final da 1ª etapa, aos 49′.

Mais um momento de CRB x Amazonas
Mais um momento de CRB x Amazonas | Foto: Ailton Cruz

2º Tempo

O Amazonas assustou logo com 20 segundos de bola rolando. William Barbio, que tinha entrado, ficou cara a cara com Matheus Albino, bateu e o goleiro do CRB fez uma grande defesa, livrando o Galo de tomar o gol. Aos 3 minutos, Fabiano, da Onça Pintada, que tinha já o cartão amarelo, acabou levando o segundo, por reclamação, e foi expulso.

Aos 7min, em tentativa do Galo, Anselmo Ramon fez uma grande jogada, deu um passe perfeito, de calcanhar, para Léo Pereira, mas o atacante, na cara do goleiro, mandou todo desajeitado e direto para fora. Aos 11min, em falta marcada em favor do CRB, Raí mandou na segunda trave, a bola foi escorada para o meio da área e Mike bateu prensado, com a defesa da Onça afastando o perigo.

Chegando aos 15 minutos, o técnico Daniel Paulista, do CRB, passou a fazer as mudanças iniciais em sua equipe. Aos 16′, Anselmo Ramon recebeu a bola de Léo Pereira e mandou um chutão, mas muito longe do gol de Edson Mardden, apenas em tiro de meta. Aos 18′, foi a vez de Raí. Ele finalizou de fora da área, de canhota, mas Mardden encaixou.

Chegando aos 20 minutos, o Galo pressionava, mas não conseguia acertar na hora da finalização. Aos 20′, quem tentou e chegou com perigo foi o Amazonas. Matheus Serafim avançou pelo lado esquerdo, invadiu a área do CRB e chutou, mas por cima do gol de Matheus Albino, para sorte regatiana. E, assim, o tempo passava.

O Amazonas seguia todo fechado, com a partida chegando aos 30 minutos. Na tentativa do Galo, aos 29min, Getúlio cobrou o escanteio, a defesa afastou parcialmente, Léo Pereira pegou a sobra, girou e chutou de esquerda, vendo a bola tirar tinta da trave direita da Onça Pintada e desperdiçando a chance de fazer o gol. Aos 36′, Labandeira desceu, tentou a finta e foi desarmado na intermediária, deixando a torcida regatiana na bronca.

O jogo chegava ao seu final, passando dos 40 minutos. E o Amazonas quase fez o gol aos 44 minutos: Matheus Serafim levou vantagem sobre a marcação, puxou para dentro da área regatiana e bateu colocado, vendo a bola passar pertinho do gol de Matheus Albino. O árbitro deu 6 minutos de acréscimos e, aos 52 minutos, o duelo foi encerrado, com o empate.

Galo e Onça em ação pela Série B, no Trapichão
Galo e Onça em ação pela Série B, no Trapichão | Foto: Ailton Cruz

Ficha Técnica

CRB – Matheus Albino; Hereda (Matheus Ribeiro), Gustavo Henrique, Fábio Alemão e William Formiga (Erick); Falcão, Caio César (Getúlio) e Raí (Lucas Maceió); Léo Pereira, Mike (Labandeira) e Anselmo Ramon. Técnico: Daniel Paulista.

Amazonas – Edson Mardden, Patric, Ivan Alavarino, Diogo Silva e Fabiano (expulso); Judá (Pará), Guilherme Xavier e Matheusinho; Matheus Serafim (Bolt), Ênio (Willian Barbio) e Sassá (Jô). Técnico: Adilson Batista.

Árbitro – Angleison Marcos Vieira (RO).

Assistentes – Eduardo Gonçalves (MS) e Joverton Wesley (RO).

Quarto árbitro – Rafael Carlos Salgueiro Lima (AL).

Árbitro de vídeo (VAR) – Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ).

Redação com Gazeta Web

PUBLICIDADE

Galeria de Imagens