Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

CRB vence de novo o Ceará e vai às oitavas de final da Copa do BR: 1×0

Galo conseguiu a vitória com gol de Gegê e, no placar agregado de 2 a 0, deu o time regatiano classificado.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 24 de maio de 2024

Esporte

Gegê fez o gol do Galo no 1º tempo. Rafa Peixe/CRB

Por Fernanda Medeiros

Na briga para alcançar as oitavas de final da Copa do Brasil, o CRB, único representante alagoano da competição, enfrentou o Ceará e venceu por 1 a 0, garantindo a classificação para a próxima fase. O confronto da volta ocorreu na noite desta quinta-feira (23), debaixo de muita chuva, na Arena Castelão, pela 3ª fase da competição.

Como no jogo de ida, em Maceió, o Galo venceu por 1 a 0, então o time alagoano passou de etapa, pois no placar agregado deu 2 a 0. E agora vai faturar quase R$ 3,5 milhões.

O gol do jogo foi de Gegê, para o Alvirrubro, no 1º tempo. Haverá ainda o sorteio para saber quem será o adversário regatiano, na próxima fase. Por isso, o dia, local e horário do confronto ainda não foram definidos pela CBF.

Agora o time regatiano voltará a campo já no próximo domingo (26), na Arena Fonte Nova, às 18 horas, mas pela Copa do Nordeste, contra o Bahia, pela semifinal da competição. E o Ceará, também no domingo (26), encara a Chapecoense, pela Série B do Brasileiro (7ª rodada), às 18h30, no Castelão.



					CRB vence de novo o Ceará e vai às oitavas de final da Copa do BR: 1x0
Mais um momento da partida entre Galo e Vozão. Rafa Peixe/CRB

1º Tempo

O Ceará começou o jogo pressionando o CRB, que se postava todo recuado. Aos 5min, Matheus Bahia tabelou e tocou para Pulga, na área, que avançou, mas Labandeira cortou e a bola foi em escanteio para o Vozão. Na cobrança, a bola foi para fora. O tempo passava dos 6 minutos e o Galo ainda não tinha ido ao ataque.

O Ceará ainda fez o seu gol, aos 16min, quando a bola desviou em Pulga, na área, tocou em Matheus Albino e parou em Recalde. Ele finalizou no gol, mas o árbitro deu o impedimento. Aos 20′, o Ceará seguia com a verdadeira blitz em cima do Galo. Pulga mandou a bola para Matheus Bahia, que finalizou, mas para fora.

O jogo chegava aos 25min e o CRB trocava passes e ainda buscava o contra-ataque, mas não tinha sucesso. Mas eis que, aos 25 minutos, o Galo conseguiu. Após lançamento na área, Gegê brigou pela posse, recebeu a sequência e finalizou para a rede. A bola ainda desviou em Jean Irmer e em Richard, antes de entrar no gol: 1 a 0.



					CRB vence de novo o Ceará e vai às oitavas de final da Copa do BR: 1x0
CRB enfrentou o Ceará na Arena Castelão. Rafa Peixe/CRB

2º Tempo

O Ceará começou pressionando na segunda etapa, claro, por causa da desvantagem no placar. As duas equipes iniciaram com modificações feitas pelos respectivos técnicos. passando dos 5 minutos, o CRB só trocava passes na intermediária. Aos 8min, Jonathan arriscou o chute de longe, mas mandou por cima da meta.

O tempo ia passando, deixando o time cearense e a sua torcida apreensivos. Aos 20min, Aylon disparou com o ataque e tocou a pelota para Barceló, que adiantou muito a jogada e perdeu o tempo da bola. Chegando aos 25min, o técnico Vagner Mancini, do Ceará, fez mais mudanças na equipe, em busca de tentar reverter a vantagem regatiana.

O CRB se segurava, ficava todo recuado. Aos 30 minutos, Saulo Mineiro fez o chamado corta-luz, Erick Pulga ganhou na velocidade e finalizou, mas Matheus Albino fez uma grande defesa. Saulo ainda tentou aproveitar o rebote, mas perdeu e o CRB livrou-se de levar o gol de empate. E o Vozão se desesperava.

Aos 42 minutos, o Ceará quase empatou. Erick Pulga finalizou bonito, com efeito, mas a bola foi para fora. E, com os 6 minutos e mais 2′ dados pelo árbitro, a partida chegou ao fim, aos 53′, com a vitória do CRB, de 2 a 0, no agregado, sacramentada e a classificação também.



					CRB vence de novo o Ceará e vai às oitavas de final da Copa do BR: 1x0
Torcedores do Galo prestigiaram o jogo no Castelão. Rafa Peixe/CRB

Ficha Técnica

Ceará – Richard; Raí Ramos (Aylon), David Ricardo (Lucas Mugni), Jonathan e Matheus Bahia; Jean Irmer, De Lucca (Bruninho) e Erick Pulga; Recalde, Lourenço (Guilherme Castilho) e Facundo Barceló (Saulo Mineiro). Técnico: Vagner Mancini.

Árbitro – Bruno Arleu de Araújo (FIFA).

Assistentes – Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA) e Luiz Cláudio Regazone.

Quarto árbitro – Paulo Belence Alves dos Prazeres Filho.

VAR – Igor Junio Benevenuto de Oliveira (FIFA).

Redação com Gazeta Web

Galeria de Imagens