Anadia/AL

14 de junho de 2024

Anadia/AL, 14 de junho de 2024

Credibilidade é algo que se constrói, afirma Galípolo, cotado para comandar o Banco Central

Ele explicou que sua preocupação em manter a coerência o levou a apoiar o corte de 0,5 ponto percentual | 12:20 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 18 de maio de 2024

vv1

(Foto: Washington Costa/MF)

O economista Gabriel Galípolo, diretor de política monetária potencial candidato à liderança do Banco Central (BC), enfatizou a importância de construir credibilidade durante sua participação em um evento do Jornal Valor Econômico, em Nova York. Ele revelou que considerou votar por um corte de 0,25 ponto percentual da Selic em vez do corte de 0,5 ponto percentual decidido na última reunião do Copom. No entanto, Galípolo reconheceu que tal decisão teria um custo para a credibilidade da comunicação do BC.

A divisão durante a reunião do Copom refletiu as diferentes perspectivas entre os diretores indicados por Lula e os remanescentes da gestão Bolsonaro. Galípolo explicou que sua preocupação em manter a coerência na comunicação do BC o levou a apoiar o corte de 0,5 ponto percentual. Ele ressaltou a necessidade de mostrar consistência entre palavras e ações para construir credibilidade, especialmente considerando seu mandato até março de 2027.

Além disso, Galípolo abordou a questão da autonomia do BC em relação à comunicação, destacando que não foi consultado pelo presidente do BC, Roberto Campos Neto, sobre mudanças na comunicação antes da última reunião do Copom. Ele enfatizou que a liberdade dos diretores em suas declarações é crucial para a autonomia da instituição e que a divergência de opiniões técnicas é algo natural.
*Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens