Anadia/AL

22 de julho de 2024

Anadia/AL, 22 de julho de 2024

CSA vence o ABC, em Natal, e amplia distância da zona de rebaixamento da Série C: 2×0

Os dois gols do Azulão, que agora é o 10º colocado, foram de Tiago Marques, ambos no 1º tempo.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 7 de julho de 2024

vv1

Jogadores do Azulão comemoram o gol azulino., Augusto Oliveira/CSA

Por Fernanda Medeiros

Em busca de mais uma vitória na Série C do Brasileiro e de se afastar mais ainda da zona da degola, o CSA enfrentou e conseguiu bater o ABC, por 2 a 0, na noite bastante chuvosa deste sábado (6), no Estádio Frasqueirão, em Natal-RN. O duelo foi válido pela 12ª rodada. Esse é o 5º jogo do Azulão sem perder na competição (foram 2 empates e 3 vitórias), sendo a 3ª vitória seguida.

Os gols do CSA foram de Tiago Marques (2x), ambos no 1º tempo. E, com este resultado, o time azulino deu um pulo na tabela e é o 10º colocado na tabela, com 14 pontos. E o time de Natal é o 12º lugar, com 13 pontos.

Na 13ª rodada, o Azulão vai enfrentar o Floresta, desta vez no Rei Pelé, no próximo dia 14 (domingo), às 19 horas. E o ABC, no Frasqueirão, vai receber a Tombense, um dia depois, na segunda (15), às 20 horas.

1º Tempo

O CSA começou o jogo já mostrando para que foi a campo. Logo na primeira descida, antes mesmo de 1 minuto, Lucas Marques cruzou rasteiro na pequena área e o goleiro Carlos Eduardo segurou a bola. Mas o ABC começou a pressionar, fazendo uma blitz na frente da área azulina.

Aos 5min, Lucas Sampaio tabelou com Lima, foi à linha de fundo e mandou a pelota na área do CSA, mas Biazus dominou no peito e tirou o perigo dali. Aos 6′, foi o CSA que respondeu. Brayann lançou para Tiago Marques, mas Eduardo Thuram se esticou todo e tirou a bola no meio do caminho.

Com o jogo passando dos 10 minutos, o time de Natal era melhor, mas ainda não tinha assustado os azulinos. Aos 13min, o ABC teve uma falta no campo de ataque, mas na cobrança de Lima, com força, a bola saiu direto pela linha de fundo, sem perigo para o CSA.

O Elefante seguia pressionando. Aos 16′, Felipe Albuquerque mandou a pelota na área do CSA, a defesa cortou de modo parcial e Jenison chutou para o gol, mas a redonda carimbou na defesa. Aos 19min, de novo o ABC: Jenison recebeu na direita, nas costas de Roberto, mas o árbitro assistente Francisco Mendes deu o impedimento.

O ABC tentou aos 25′, quando Gabriel Santiago recebeu o passe de Jenison, entrou na área azulina, mas chutou sem jeito e mandou direto para a linha de fundo, em tiro de meta. O jogo chegava aos 30 minutos e o Azulão estava apenas se defendendo, não havia criado jogada que ameaçasse o adversário.

Mas eis que, aos 30 minutos, veio o gol azulino, marcado por Tiago Marques, que aproveitou o cruzamento rasteiro de Roberto, apareceu livre na segunda trave e só fez empurrar para o gol, abrindo o placar no Frasqueirão: 1 a 0.

O time azulino, depois do gol, ficou aceso. Aos 37′, de novo com Tiago Marques, fez o segundo. Vitor Leque se enrolou com a bola, mas Roberto ficou com ela, cruzou na pequena área, o goleiro Carlos Eduardo falhou e o centroavante só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede: 2 a 0.

Aos 42min, o Elefante quase diminuiu. Jenison escorou de peito na área do CSA, a bola ficou na poça d’água, Pedro Felipe bateu e ela passou raspando o travessão. Aos 47′, por pouco o Azulão não fez o terceiro, quando Brayann soltou uma bomba, do meio da rua, obrigando o goleiro a espalmar para escanteio. E, após os 3min de acréscimos, o 1º tempo acabou aos 48′.

 CSA vence o ABC, em Natal, e amplia distância da zona de rebaixamento da Série C: 2x0
Capitães de CSA e ABC com a arbitragem. Augusto Oliveira/CSA

2º Tempo

Aos 6min, o ABC teve uma falta a ser cobrada. Matheus Rocha cobrou, levantando a bola no segundo pau, mas ela foi direto pela linha de fundo. Gustavo Nicola do CSA, se machucou e o jogo foi paralisado para atendimento ao jogador azulino, aos 9 minutos.

A essa altura, com o jogo passando dos 16 minutos, os dois treinadores já haviam feito mudanças em seus respectivos times. Adelison, do ABC, recuperou a bola, se livrou de marcação, mas Biazus chegou para tirar o perigo dali, aos 19 minutos.

Aos 21 minutos, Lucas Marques tentou o cruzamento, mas a defesa do ABC tirou, mandando para escanteio. Dudu Miraíma cobrou, Eduardo Biazus cabeceou, e os jogadores azulinos pediram pênalti, pois alegaram que a bola bateu no braço do adversário. O árbitro, porém, mandou o jogo seguir.

Por pouco o Azulão não fez o terceiro, aos 22 minutos, quando Tiago Marques recebeu na meia-lua, limpou a marcação e chutou forte, de direita, mas Carlos Eduardo espalmou, fazendo uma grande defesa e mandando para fora.

O jogo passava dos 25 minutos e os jogadores do CSA trocavam passes na defesa azulina. Aos 28′, quando o Azulão tentou escapar em contra-ataque, acabou perdendo a bola no meio-campo. E mais mudanças nas equipes passaram a ser efetuadas.

Aos 32 minutos, após cruzamento do lado esquerdo, Lucas Marques cortou, mandando a bola para escanteio em favor do ABC. Na cobrança, porém, Eduardo Biazus afastou de cabeça. Aos 39′, o ABC assustou. Wallyson levantou a bola, Ruan desviou de cabeça e ela foi muito perto da trave de Yuri Sena.

 CSA vence o ABC, em Natal, e amplia distância da zona de rebaixamento da Série C: 2x0
Jogadores do CSA antes de a bola rolar. Augusto Oliveira/CSA

Ficha Técnica

ABC – Carlos Eduardo; Felipe Albuquerque (Matheus Rocha), Richardson, Eduardo Thuram e Lucas Sampaio (Manoel); Daniel, Adeilson e Lima (Iago); Gabriel Santiago (Ruan), Pedro Felipe (Walysson) e Jenison. Técnico: Roberto Fonseca.

Árbitro – Leo Simão Holanda (CBF/CE).

Assistentes – Francisco Marcondes Mendes Simão (CBF/CE) e Yuri Rodrigues Cunha (CBF/CE).

Quarto árbitro – Leonilson Fernandes Trigueiro Filho (CBF/RN).

Redação com Gazeta Web

Galeria de Imagens