Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

CSE goleia o CEO, fora de casa, em jogo pela Copa Alagoas: 4×1

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 22 de fevereiro de 2024

WhatsApp_Image_2024-02-21_at_17.1.2e16d0ba.fill-1120x700

CEO X CSE | CSE Instagram

Por Pedro Ferreira

Na nublada tarde desta quarta-feira (21), em Olho d’Água das Flores, CEO e CSE fizeram um confronto eletrizante no Estádio Edson Matias, válido pela quarta rodada da Copa Alagoas. Apesar do resultado de 4 a 1 desfavorável para os donos da casa, não faltou valentia para a equipe olhodaguense.

O gols do time tricolorido foram marcados pelo zagueiro Murilo, duas vezes, e Ibson Mello, também duas vezes. E, no segundo tempo, o Camisa 17 Gabriel, empatou a partida para o CEO.

A Estrela do Sertão tem compromisso marcado apenas no dia 7 de março, fora de casa, contra o Dimensão Saúde, pela 5° rodada da Copa Alagoas. Já o CSE enfrenta o Cruzeiro, neste domingo (25), em partida válida pela penúltima rodada do Campeonato Alagoano.

Com esse resultado, o Tricolor de Olho d’Água estaciona na 4° colocação do Grupo B, somando apenas três pontos. E o CSE, com a vitória fora de casa, assumiu a liderança provisória do Grupo A, com 9 pontos.

PRIMEIRO TEMPO

A partida iniciou com a equipe visitante controlando a posse de bola e dominando as ações ofensivas. Contudo, poucas chances de gol aconteceram durante os 15 minutos iniciais.

Aos 20 minutos, o Tricolor fez boa jogada na ponta direita, com Tenner. O meio-campista cruzou rasteiro na primeira trave e Érico Jr. finalizou mascado para fora.

E, aos 23 minutos, Talisca bateu escanteio e, soberano, Murilo subiu mais que todo mundo, na pequena área, e abriu o placar para o CSE: 1 a 0.

Em mais uma chega pelo lado direito, Talisca ganhou a jogada individual, chegou à linha de fundo e bateu direto para o gol, mas o goleiro Vinícius, do CEO, fez boa defesa.

O árbitro Carlos Alberto Matias prometeu o jogo até os 47 minutos, e, após o tempo acrescido, ele encerrou o primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

A segunda parte iniciou com uma chance clara para o Tricolor. Após recuo complicado para o goleiro Vinícius, ele errou e a bola caiu nos pés de Érico Jr., que finalizou rasteiro, obrigando Vinícius a se redimir do lance anterior.

Aos 19 minutos, em mais uma bola parada, Murilo foi dominante novamente na pequena área e cabeçeou no canto direito do goleiro: CSE 2 a 1.

Logo em seguida, o árbitro marcou pênalti para o CSE. Ibson Mello foi para a bola e acertou a trave do arqueiro da equipe Olhodaguense.

E no minuto 27, Ibson conseguiu se redimir. Após receber uma bola enfiada pela direita, o centroavante brigou com o zagueiro e, em seguida, chutou rasteiro: CSE 3 a 1.

Aos 32 minutos, o árbitro marcou outro pênalti para o Tricolor. Ibson teve a chance de se redimir e, desta vez, não decepcionou: 4 a 1 para o Tricolor de Palmeira dos Índios.

E aos 48 minutos do segundo tempo, o árbitro colocou ponto final ao jogo, no Estádio Edson Matias.

FICHA TÉCNICA

CEO – Vinícius; Igor; Luiz Henrique; Harylan; Gabryel; Gabriel; Felipe; Dhannyel; Mateus; Luquesi e Tonho.

CSE – Pedro Campanelli; Geovânio; Caio; Murilo; Recife; Samuel; Talisca; Tenner; Érico; Ygor e Ibson.

Gols – Murilo 2X (CSE); Ibson Mello 2X (CEO); Faquinha (CEO).

Árbitro – Carlos Alberto Matias Eloi Junior.

Assistentes – Erik Rogê Romeiro da Silva; José Rafael Oliveira da Rocha.

Quarto Árbitro – João Paulo dos Santos Nascimento.

Redação com Gazeta Web

Galeria de Imagens