Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

CSE vence o Cruzeiro de virada e sela o rebaixamento da equipe celeste

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 25 de fevereiro de 2024

cruzeiro

alexsandersmith1_ | ASCOM Cruzeiro

Sob o sol escaldante da cidade de Arapiraca, Cruzeiro e CSE protagonizaram uma tarde de bom futebol e fortes emoções no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, na tarde deste domingo (25). Em partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Alagoano, o Cruzeiro perdeu de virada, por 2 a 1, para o CSE, e viu as chances de permanecer na elite do futebol alagoano irem embora, decretando de maneira antecipada o rebaixamento para a segunda divisão.

Os gols da partida foram marcados por André Lessa, para o Cruzeiro, e Luis Fernando, duas vezes, para o CSE.

O resultado mantêm o Tricolor com boas chances de classificação. Já que agora ocupa a terceira colocação, com 9 pontos. E os donos da casa permanecem na lanterna do campeonato, com apenas 1 ponto até aqui.

Na próxima rodada, o Cruzeiro cumpre tabela em jogo fora de casa, no sábado, contra o Coruripe. E o CSE encara o CSA em Palmeira dos Índios, em confronto decisivo valendo a classificação.

PRIMEIRO TEMPO

A partida começou com as duas equipes se estudando bastante e investindo muito na ligação direta para o ataque. Aos 20 minutos, no contra-ataque puxado pela equipe Celeste, André Lessa achou ótimo passe para Neilson, que invadiu a área e tocou mal para Adílio.

Golaço! Aos 31 minutos, Adílio passou por dois marcadores na ponta direita, cruzou forte na pequena área e no rebote do goleiro Pedro Campanelli, André Lessa só empurrou para o fundo do gol: 1 a 0 Cruzeiro.

Na trave! A bola sobrou na pequena área para Edinho que, sem marcação, acertou um chute de bicicleta na trave. O CSE reagiu bem ao gol sofrido.

O árbitro Eder Viana Silva deu 5 minutos de acréscimos. O meio-campista Talisca deu um baita susto. Após reclamar de dores, o atleta caiu desmaiado no gramado, o atendimento foi eficiente e, após uma longa pausa no jogo, o arbitro aproveitou para encerrar o primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

O CSE não baixou a guarda e já no primeiro minuto de jogo empatou a partida. Após cabeçada de Índio, o arqueiro do Cruzeiro fez linda defesa e, no rebote Luis Fernando, completou para dentro do gol: 1 a 1.

O Tricolor melhorou na segunda etapa e pressionou Cruzeiro em boa parte do tempo. Adílio teve outra ótima chance para marcar, mas errou a finalização. O Cruzeiro quase marcou o segundo.

Desesperado pela vitória, o Cruzeiro pressionou muito na reta final da partida. E aos 44 minutos, Ibson Mello sofreu um toque dentro da área, o árbitro assinalou o pênalti. Luís Fernando foi para a cobrança e chutou no canto direito do goleiro Jefersson: CSE 2 a 1.

E no lance seguinte, Ibson recebeu ótimo lançamento e sofreu falta duríssima do zagueiro Jair Amaral, que levou o cartão vermelho, sendo expulso.

Eder Viana deu mais 4 minutos de acréscimos e, depois da cobrança de falta, encerrou a partida. Vitória do Tricolor e rebaixamento do Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA:

Cruzeiro – Jefersson; Neilson; Vera Cruz; Neguette; Jair Amaral; Paulinho; Victor Paraíba; Batata; Adílio; Aurélio; André Lessa

CSE – Pedro Campanelli; Geovânio; Diego; Murilo; Mel; Recife; Trindade; Talisca; Ibson; Érico Jr; Edinho

Cartões amarelos – Jefferson (Cruzeiro).

CARTÕES AMARELOS – André Lessa (Cruzeiro); Felipe Recife (CSE)

ARBITRAGEM – Eder Gregori Viana Silva.

ASSISTENTES – Maria de Fatima Mendonca da Trindade; Geovanio de Almeida Santos.

QUARTO ÁRBITRO – Carlos Vitor Oliveira Alves.

Redação com Gazeta Web

Galeria de Imagens