Anadia/AL

22 de julho de 2024

Anadia/AL, 22 de julho de 2024

Desembargador Luís Cesar de Paula Espíndola será investigado pelo CNJ

Ele afirmou em audiência que as mulheres estão loucas atrás dos homens.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 7 de julho de 2024

Brasil

Foto: Reprodução - António Cruz - Agência Brasil

Edição: Paula de Castro – Beatriz Arcoverde

A conduta do desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná Luís Cesar de Paula Espíndola, que afirmou que as mulheres estão loucas atrás dos homens será investigada pelo Conselho Nacional de Justiça. Nessa sexta-feira, o órgão abriu uma reclamação disciplinar contra o magistrado.

A decisão é do corregedor nacional de Justiça, ministro Luis Felipe Salomão. A reclamação é um procedimento prévio que antecede a eventual abertura de processo disciplinar. Segundo ele, a investigação é necessária para averiguar a conduta do desembargador e que casos como este se tornaram recorrentes.

Relembrando o caso, no último dia 3, durante o julgamento sobre assédio envolvendo uma menor de 12 anos, o desembargador Luís César afirmou que quem está assediando, quem está correndo atrás de homens são as mulheres, porque não tem homem.

Em nota, o magistrado disse que não teve a intenção de menosprezar o comportamento feminino, que sempre defendeu a igualdade entre homens e mulheres. Que lamenta o ocorrido e se solidariza com todos os que se sentiram ofendidos com a divulgação parcial do vídeo da sessão.

Redação com Radioagência

Galeria de Imagens