Anadia/AL

18 de maio de 2024

Anadia/AL, 18 de maio de 2024

Em estreia pelo Alagoano, CSA vence Coruripe com gol polêmico: 1×0

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 21 de janeiro de 2024

WhatsApp_Image_2024-01-21_at_18.5.2e16d0ba.fill-1120x700

Xuxa, de pênalti, fez o único gol do confronto no Trapichão | Ailton Cruz

Por Guilherme Nobre

Com muito sofrimento, o CSA derrotou o Coruripe na tarde deste domingo (21), por 1 a 0. Com um bom público no Estádio Rei Pelé, em Maceió, o Azulão teve uma atuação abaixo do esperado, mas conseguiu sua primeira vitória no torneio, já na 1ª rodada do Campeonato Alagoano 2024.

O único gol do confronto saiu na reta final do segundo tempo. Após dividida polêmica entre Dedé e Xuxa dentro da grande área, a arbitragem marcou pênalti, que dividiu opiniões e revoltou os jogadores do Alviverde Praiano.

Com o resultado, o Azulão pula direto para o G4 do torneio e divide a 3ª posição com o rival CRB, ambos com três pontos. Já o Hulk fica perto do Z1, ao lado do Penedense, zerado.

O próximo desafio azulino será fora de casa. Nesta quarta-feira (24), o Azulão visita o Cruzeiro de Arapiraca no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, às 18h30. Já o Hulk só atua no dia 25, no Clássico do Litoral Sul com o Penedense, às 20 horas. A partida acontece no Estádio Gérson Amaral.

PRIMEIRO TEMPO

Com a responsabilidade por jogar em casa, o CSA tentou se atirar logo de cara. Com 1min, Caio Vitor atacou pela esquerda da área e bateu firme, para fora. Com 6min, o próprio Caio Vitor cobrou escanteio e Jean Cléber cabeceou forte para a defesa do Gustavo.

O Hulk só conseguiu ter uma oportunidade aos 11 minutos. A defesa do Azulão dormiu no momento da marcação, Beto ficou com a sobra e disparou até invadir a área. O camisa 10 chutou firme e Deivity salvou. Com 18min, novamente Beto apareceu com perigo e chutou forte, para fora.

Após os dois sustos, o CSA tentou colocar a cabeça no lugar. Possuindo mais posse de bola, a equipe partiu para cima. Com 21 minutos, Rômulo bateu firme e a bola explodiu no travessão. Na sequência, Caio cruzou na cabeça de Eduardo Biazus, que finalizou bem, mas para fora.

Mesmo com as oportunidades criadas, o jogo perdeu ímpeto. O CSA chegava próximo a área, mas não produziu o suficiente para finalizar. Com 34 minutos, Lucas Marques tentou de falta, mas isolou de maneira impressionante.

O CSA começou a sentir o nervosismo, enquanto o Coruripe ficou um pouco mais tranquilo em campo. Com 43 minutos, o Hulk ficou perto do gol, mas Adriano Napão acabou vacilando. Até o fim do primeiro tempo, os alviverdes seguraram bem o adversário, que definiu o empate por 0 a 0.

SEGUNDO TEMPO

Com três modificações, o CSA voltou para o segundo tempo mais ousado. Com apenas um minuto, Rômulo experimentou de fora e Gustavo precisou salvar. Aos 3 minutos, foi a vez de Gustavo Xuxa tentar, mas a bola foi longe. O sufoco não parou por aí. Skilo foi lançado em velocidade aos 7 minutos. Ficou cara a cara com Gustavo, mas o arqueiro praiano fez mais uma bela defesa.

Com 10 minutos, a chance foi para Biazus. A bola foi cruzada e o zagueiro tentou de cabeça, mas errou. Incomodado, Rogério Corrêa imediatamente mudou a equipe no meio, abrindo mão de Marlon e colocando Rafinha. Enquanto, o Coruripe reforçou a marcação para segurar o empate.

O Hulk poucas vezes buscou o gol no segundo tempo, enquanto as linhas azulinas empurravam a defesa praiana para trás. A estratégia vinha funcionando, até aos 35 minutos, quando Gustavo Xuxa se chocou com Dedé na área e arbitragem marcou pênalti, para desespero dos alviverdes.

Apesar da polêmica, a marcação foi mantida. O próprio Gustavo Xuxa foi para bola e abriu o placar no Rei Pelé: 1 a 0.

O gol aliviou o clima no Trapichão e o CSA controlou as ações. O Coruripe buscou uma saída mais veloz, porém, não tinha peças para atacar com mais contundência. O Azulão segurou até os 50 minutos, quando o apito final soou e decretou a primeira vitória da temporada.

FICHA TÉCNICA

CSA – Deivity; Lucas Marques, Jean Pierre, Eduardo Biazus e Kevin (Erik); Marlon (Rafinha), Jean Cléber e Caio Vitor (Gustavo Xuxa); Marquinhos, Rômulo (Tiago Marques) e Vinícius Popó (Douglas Skilo). Técnico: Rogério Corrêa.

Coruripe – Gustavo; Luciano, Dedé, Matheus Vitor e Hélio Jr (Max); Rodrigo, Lucas Gomes (Luan) e Beto; Gabriel Mancha, João Felipe e Adriano Napão. Técnico: Roberto de Jesus.

Gols – Gustavo Xuxa (CSA – 37’/2T)

Cartões amarelos – Jean Cléber (CSA), Gustavo (COR), Deivity (CSA)

Árbitro – João Paulo Nascimento (FAF)

Assistentes – Pedro Jorge dos Santos (CBF) e Antônio Ibiapina Alvarenga (FAF)

Quarto árbitro – Carlos Alberto Eloi (FAF).

* Redação com Gazeta Web

Galeria de Imagens