Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Ex-Corinthians e Atlético-MG, Jô é preso antes de jogo da Série B

Atleta foi preso por falta de pagamento de pensão alimentícia

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 7 de maio de 2024

jo

Foto: Reprodução

O atacante Jô, do Amazonas e com passagens por Corinthians e Atlético-MG, entre outros clubes, foi preso por falta de pagamento de pensão alimentícia, na noite dessa segunda-feira (6), em Campinas (SP). O jogador, de 37 anos de idade, foi encaminhado à cadeia anexa ao 2º DP, onde passou a noite.

“Houve um mandado de prisão expedido em uma cidade da Bahia, de uma dívida razoavelmente pequena. Segundo a advogada que cuida do processo, a dívida está paga. O Jô vai passar pelo IML (Instituto Médico Legal) e depois vai para a cadeia do 2º DP. Amanhã (terça-feira) essa dívida, para qualquer dúvida, será paga, e a gente espera que ele seja colocado em liberdade”, disse ao g1 o advogado Artur Eugênio Matias, indicado pelo Amazonas para auxiliar Jô na delegacia.

Preso antes de jogo

Policiais civis esperaram a chegada do ônibus com o elenco amazonense para o jogo contra a Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, pela terceira rodada da Série B do Brasileiro, para cumprir o mandado contra o atacante, que não desceu com a delegação.

O atacante, de 37 anos, estava escalado para começar a partida entre os titulares, e William Barbio entrou em seu lugar. O técnico Adilson Batista foi questionado sobre a ausência de Jô antes da partida e disse que “o atacante não estava com a delegação”.

De acordo com informações do ge, Jô deixou o hotel onde o Amazonas estava hospedado no ônibus da delegação, com o uniforme de viagem do clube, pegou um veículo no meio do caminho e na sequência foi conduzido ao 10º Policial de Campinas, próximo ao estádio.

Ainda segundo o veículo, dois dirigentes estavam com Jô na delegacia e deixaram o local quando o advogado do atacante chegou para acompanhar o depoimento. Por volta de 21h15, funcionários do clube compareceram ao 10º DP para levar pertences do jogador.

Depois dos procedimentos realizados na delegacia, Jô foi conduzido por policiais às 22h30 para a cadeia anexa ao 2º Distrito Policial, no bairro São Bernardo, onde passou a noite. Ele passa por audiência de custódia nesta terça-feira (7).

Fonte: Gazeta Web

Galeria de Imagens