Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

‘Expressa a sinceridade de quem busca preservar a vida’, diz Mauro Vieira sobre postura de Lula diante do genocídio em Gaza

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 14 de março de 2024

vv2

(Foto: Pedro França/Agência Senado)

Nesta quinta-feira (14), a Comissão de Relações Exteriores do Senado Federal recebe o chanceler Mauro Vieira, em uma audiência pública interativa. O convite foi feito pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), presidente da comissão, após comentários feitos pelo presidente Lula (PT) sobre o conflito, segundo o Metrópoles. Recentemente, o mandatário comparou o genocídio do povo palestino promovido por Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto, o que desencadeou uma série de reações diplomáticas. Questionado, Vieira defendeu as palavras de Lula como expressões de “profunda indignação” com o que acontece no enclave palestino e destacou que “são palavras que expressam a sinceridade de quem busca preservar e valorizar o valor supremo que é a vida humana”.

O chanceler reiterou a posição do Brasil em denunciar a decisão de Israel de bloquear a entrada de ajuda humanitária em Gaza, chamando a reação israelense de “extremamente desproporcional”. Ele também enfatizou o apoio brasileiro à urgência de um cessar-fogo e à existência pacífica dos Estados de Israel e Palestina, reconhecida pelo Brasil desde 2010, assim como por outros 139 países.

As declarações de Lula resultaram em uma reação furiosa de Israel. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, declarou Lula como “persona non grata” no país. Lula não recuou e durante a 8ª Cúpula de Chefes de Estado e Governo da Celac, pediu o fim das hostilidades em Gaza. Ele solicitou a intervenção urgente da ONU e do governo japonês, este último assumindo a presidência do Conselho de Segurança, para abordar a situação. Lula criticou a “indiferença da comunidade internacional” diante do “genocídio” em Gaza.

*Redação com Brasil 247 

Galeria de Imagens