Anadia/AL

25 de maio de 2024

Anadia/AL, 25 de maio de 2024

Fim do tabu! São Paulo bate Corinthians em Itaquera e afunda rival na crise

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 30 de janeiro de 2024

FPO

Reprodução/Rede social

São Paulo desencantou em Itaquera, derrotou o Corinthians com autoridade por 2 a 1 em jogo do Campeonato Paulista e, além de afundar o rival em crise, quebrou um tabu de quase dez anos (e 18 jogos) sem nunca ter vencido uma partida dentro da Neo Química Arena.

Calleri iniciou a contagem para os visitantes, que se aproveitaram da expulsão de Caetano e aumentaram com Luiz Gustavo diante de um inofensivo adversário, que mostrou pouco entrosamento e, em raras oportunidades, alcançou a meta defendida por Rafael. O garoto Arthur entrou na etapa final e ainda descontou, já nos acréscimos, para os mandantes.

Com o resultado, a equipe de Thiago Carpini chegou aos 10 pontos e disparou na liderança do Grupo D do Paulistão — o São Bernardo pode alcançar o Tricolor na quinta-feira (1°).

Já o Corinthians perdeu seu 3° jogo seguido e se vê mais pressionado do que nunca. O time de Mano Menezes estacionou nos 3 pontos e, dependendo dos resultados de Mirassol e Inter de Limeira, pode acabar a rodada na lanterna do Grupo C.

Os clubes voltam a jogar no domingo (4). O Corinthians recebe o Novorizontino pelo estadual, enquanto o São Paulo tem a final da Supercopa do Brasil contra outro rival, o Palmeiras, em Belo Horizonte.

Como foi o jogo

O 1° tempo teve domínio visitante, “toque no Calleri” e cartão vermelho. O time de Carpini se aproveitou do nervosismo rival, mostrou entrosamento e marcou com o artilheiro Calleri, que balançou as redes pela 1ª vez na temporada. Os donos da casa até esboçaram uma reação com Raniele e Rojas, mas perderam Caetano, expulso após uso do VAR por acertar o braço no rosto de Luciano pouco antes do intervalo.

No início da etapa final, Luiz Gustavo aumentou após cobrança de escanteio e esfriou qualquer reação. Sem grandes nomes no banco de reservas, Mano acionou os garotos Wesley, Kayke, Ryan e Arthur, que tentaram, em vão, mudar o panorama do clássico — o último ainda chegou a fazer o 2 a 1, mas era tarde demais.

Gols e destaques

Início quente. A partida começou mais truncada do que jogada em Itaquera, e os duelos físicos (e falados) se sobressaíram diante dos lances perigosos: Yuri Alberto-Arboleda, Maycon-Luciano e Romero-Rafinha foram algumas das disputas que deram trabalho ao árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo.

Luciano no quase, Calleri no gol. O São Paulo chegou com perigo aos 16 minutos com Luciano, mas marcou três minutos depois com Calleri: o argentino recebeu lindo lançamento de Rato, se desvencilhou da marcação de Fagner, invadiu a área e deslocou Cássio antes da chegada de Félix Torres: 1 a 0.

Corinthians demora, mas reage. Os mandantes só conseguiram responder, de fato, aos 30 minutos após escanteio gerado em cruzamento na ponta direita do ataque alvinegro: Rojas cobrou para o meio da área e Raniele errou, por pouco, o alvo de Rafael — o goleiro trabalhou praticamente no lance seguinte em uma finalização do próprio Rojas.

Yuri tenta (e erra). O camisa 9 corintiano teve sua primeira grande chance em uma saída de bola rival que acabou interceptada por Romero. O paraguaio acionou Yuri Alberto, que dominou já dentro da área, girou e pegou fraco na bola de perna esquerda, irritando alguns torcedores na Neo Química Arena.

Yuri Alberto, do Corinthians, tenta fazer a jogada durante jogo contra o São Paulo
Yuri Alberto, do Corinthians, tenta fazer a jogada durante jogo contra o São PauloImagem: Leonardo Lima/AGIF

Caetano expulso. O Corinthians perdeu Caetano pouco antes do intervalo. O zagueiro acertou o braço no rosto de Luciano pouco depois de o são-paulino dar o passe para Lucas — inicialmente, o árbitro sequer parou a falta, mas foi alertado por Rodrigo Guarizo do Amaral, usou a cabine do VAR e expulsou o camisa 4.

Técnicos mexem. Os dois times voltaram para o 2° tempo com mudanças: do lado alvinegro, Mano foi “forçado” a colocar o zagueiro Raul Gustavo para remontar sua linha defensiva e sacou Fausto Vera, enquanto Carpini poupou Rafinha, Alisson e Lucas, acionando Moreira, Luiz Gustavo e Galoppo.

Substitutos são-paulinos brilham. As mudanças de Carpini surtiram efeito e ampliaram o placar em apenas cinco minutos. Foi de Galoppo o chute desviado que gerou escanteio para o Tricolor. Na cobrança, Rato deu linda assistência para Luiz Gustavo, que subiu sozinho e venceu Cássio: 2 a 0.

Luiz Gustavo comemora gol do São Paulo sobre o Corinthians em jogo do Campeonato Paulista
Luiz Gustavo comemora gol do São Paulo sobre o Corinthians em jogo do Campeonato PaulistaImagem: Leonardo Lima/AGIF

Yuri acerta a trave. O Corinthians respondeu imediatamente antes de “sentir” de vez o gol adversário: Yuri Alberto recebeu na ponta esquerda, carregou para o meio ao cortar Arboleda e, sem opções por perto, arriscou chute de fora da área, carimbando a trave de Rafael.

Rafael faz milagre. Wesley substituiu Rojas após o gol de Luiz Gustavo e tentou, em jogadas pela esquerda, mudar o cenário da partida. Ele quase conseguiu aos 27 minutos, quando aproveitou bobeada de Pablo Maia, limpou Rato e ficou cara a cara com o goleiro. O problema para o jovem é que Rafael fechou o ângulo e salvou seu time.

Arthur faz golaço. Acionado no lugar de Yuri Alberto, Arthur mostrou estrela e diminuiu o placar já na casa dos 45 minutos. Ele aproveitou sobra dentro da grande área e fuzilou o gol do São Paulo: 2 a 1.

Fonte: UOL

Galeria de Imagens