Anadia/AL

22 de julho de 2024

Anadia/AL, 22 de julho de 2024

Flamengo empata com o Cuiabá no Maracanã e tropeça pelo Brasileirão

O clube carioca levou um gol logo no início e buscou a igualdade na etapa final.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 7 de julho de 2024

Esportes 8

Lance do jogo Flamengo e Cuiaba - Foto: Reprodução X

Por Gazeta Press

O líder Flamengo tropeçou no Maracanã. Neste sábado, o Rubro-Negro empatou por 1 a 1 com o Cuiabá, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube carioca levou um gol logo no início e buscou a igualdade na etapa final.

O Cuiabá surpreendeu logo aos cinco minutos, com Derik Lacerda, e pôde se fechar ainda mais. Embora sem muita inspiração, o Flamengo insistiu e empatou com Pedro no segundo tempo.

Com o empate, o Flamengo agora tem 31 pontos e pode ver a vantagem na liderança diminuir. Neste começo de rodada, é de quatro em relação a Botafogo, Palmeiras e Bahia. Já o Cuiabá tem 14 pontos e está na 15ª colocação do Brasileirão.

Na próxima rodada o Flamengo enfrenta o Fortaleza, nesta quinta-feira, às 20h (horário de Brasília), no Maracanã. Já o Cuiabá só volta a campo no dia 13, contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, pela 17ª rodada. O duelo com o Juventude, na Arena Pantanal, pela 16ª rodada, foi adiado.

O clube carioca obrigou Walter a trabalhar logo aos dois minutos. O Fla recuperou a posse. Após bate e rebate na área, Gerson ficou com a bola, cortou e chutou com força. O goleiro do Cuiabá espalmou. Na sequência, Bruno Henrique cruzou na tentativa de achar Pedro, livre, mas Walter fez nova intervenção providencial.

O Cuiabá respondeu de forma fatal, aos cinco minutos. Derik Lacerda avançou com liberdade e levou a bola até a entrada da área. O chute dele desviou e foi no canto de Rossi: 1 a 0.

O Flamengo viu o Cuiabá se fechar ainda mais. Aos 22, Gerson achou Ayrton Lucas. Contudo, a zaga cortou o cruzamento que buscava Pedro. Tite precisou fazer a primeira alteração aos 37 minutos. Bruno Henrique sofreu uma entorse no joelho e deu lugar a Lorran.

Sem inspiração na frente, o Flamengo também vacilava atrás, dando liberdade ao Cuiabá nas raras vezes em que ele atacava. Aos 46, Isidro Pitta foi lançado e saiu cara a cara com Rossi. Ele, contudo, tirou muito e mandou para fora. Aos 48, Luiz Araújo cruzou para a área e achou Pedro. O artilheiro, entretanto, não cabeceou em cheio. Walter, assim, defendeu.

Bem organizado, o Cuiabá foi para o intervalo em vantagem, aproveitando-se também que o Fla demonstrou nervosismo após sofrer o gol e praticamente não se achou em campo na primeira etapa.

Tite mudou no intervalo e colocou Werton no lugar de Allan. Aos cinco, Luiz Araújo recebeu de Lorran e bateu da entrada da área. Walter espalmou. Werton ficou com o rebote, mas mandou para fora. Na sequência, Pedro foi lançado, mas Walter abafou e defendeu a tentativa do artilheiro.

Rossi precisou trabalhar aos dez minutos. Ramon arriscou e obrigou o goleiro a defender. O Flamengo chegou ao empate aos 14 minutos. Ayrton Lucas cruzou da esquerda e Pedro cabeceou sem chances: 1 a 1 no Maracanã.

O Flamengo buscava, mas faltava inspiração. Na reta final, Tite tirou Lorran e Werton e colocou Carlinhos e Matheus Gonçalves. O líder buscou pressionar, mas esbarrou na marcação do Cuiabá e ficou no empate no Maracanã.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1X1 CUIABÁ

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 06/07/2024, sábado
Horário: 20h (de Brasília)
Público: 51.666 pagantes / 54.948 presentes
Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (Fifa-PE)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS)
VAR: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira (MG)
Cartão amarelo: Pedro (Flamengo) e Ramon, Derik Lacerda e Guilherme Madruga (Cuiabá)
Cartão vermelho:
Gols:
Flamengo: Pedro, aos 14′ do 2ºT
Cuiabá: Derik Lacerda, aos 5′ do 1ºT

FLAMENGO: Rossi; Wesley, David Luiz, Fabrício Bruno e Ayrton Lucas; Erick Pulgar, Allan (Werton e depois Matheus Gonçalves) e Gerson; Luiz Araújo, Bruno Henrique (Lorran e depois Carlinhos) e Pedro. Técnico: Tite.

CUIABÁ: Walter; Rikelme (Bruno Alves), Marllon, Alan Empereur e Ramon; Lucas Mineiro, Denilson (Guilherme Madruga) e Fernando Sobral; Jonathan Cafú (Eliel), Derik Lacerda (Clayson) e Isidro Pitta. Técnico: Petit.

Redação com Gazeta Esportiva

Galeria de Imagens