Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Gabigol consegue efeito suspensivo e está liberado para jogar pelo Flamengo

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 30 de abril de 2024

scz

Marcelo Cortes / CRF

A Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça, acatou por unanimidade o pedido de efeito suspensivo, e Gabigol está liberado para voltar a jogar pelo Flamengo. No dia 25 de março, o atacante havia sido suspenso por dois anos pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD) por tentativa de fraude do exame antidoping.

No início de abril, a defesa entrou com o pedido do efeito suspensivo no CAS. Depois de cinco semanas, o pedido foi acatado por unanimidade no tribunal, em decisão tomada por dois ingleses e um suíço. Gabigol pode voltar a treinar com o grupo no Ninho do Urubu já a partir desta terça e tem condições de jogo.

A decisão no tribunal suíço seguiu as expectativas da defesa, que estava confiante na liberação e espera outra decisão favorável quando houver novo julgamento. Em contato com a reportagem, Bichara Neto, um dos representantes de Gabigol no caso, celebrou a decisão.

– Cumprimos uma primeira etapa importante do processo de reversão da decisão e continuaremos trabalhando para que a decisão de mérito confirme essa expectativa.

Detalhes do caso – Todo o processo no CAS gera um custo judicial, que deve ser dividido entre as partes. Na segunda quinzena de abril, a defesa de Gabigol foi notificada de que a ABCD (Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem) não havia feito o pagamento da sua parte das custas judiciais. Para não atrasar o processo, o atacante pagou o que restava.

Dias depois, a ABCD enviou a sua parte da documentação e indicou um árbitro alemão. A documentação, no entanto, não foi aceita pelo CAS, que alegou questões administrativas, e a ABCD perdeu o direito de indicar o árbitro para formar o tribunal.

Dessa forma, o CAS indicou dois dos três árbitros que julgaram o pedido de efeito suspensivo. A mesa ficou formada por um inglês indicado pela defesa de Gabigol, além de outro inglês e um suíço indicados pela Corte. Os três votaram a favor e concederam o efeito suspensivo para o atacante, que agora aguarda a votação do recurso.

Na argumentação enviada ao CAS, a defesa pedia atenção ao “periculum in mora” (o perigo da demora) juntamente com “fumus boni juris” (fumaça do bom direito). O principal pedido foi para que o processo fosse analisado com rapidez, já que uma eventual perda de tempo poderia fazer com que Gabigol cumprisse grande parte ou até mesmo todo o período da suspensão que lhe fora imposta.

Ainda na defesa, o escritório Bichara e Motta citou o fato de o julgamento de Gabigol ter sido apertado no TJD-AD, com o placar de cinco votos favoráveis à suspensão e quatro contrários. No documento, há outros argumentos que anteciparam de forma resumida as razões que a defesa utilizará posteriormente no recurso, peça jurídica com a qual tentará a anulação da suspensão.

Gabigol se pronuncia – Através das redes sociais, o atacante publicou um vídeo para comemorar a decisão. Sem legenda, Gabigol compartilhou um vídeo em que um boneco com a camisa 10 rubro-negra aparece correndo para o Maracanã.

Durante a suspensão de pouco mais de um mês, Gabigol manteve a forma física em casa, utilizando a academia em sua residência e o campo de seu condomínio na Barra da Tijuca. Os treinos eram sob supervisão do Flamengo, que mandava profissionais até a casa do atleta.

Durante esse período, o técnico Tite também visitou o atacante para acompanhar o treinamento e conversar com o jogador.

Enquanto aguarda o julgamento do recurso, Gabigol poderá atuar com a camisa do Flamengo. O jogador tem compromisso com o clube até dezembro e pode assinar pré-contrato com outra equipe a partir de 1º de julho. Em entrevista ao ge, o presidente Rodolfo Landim disse que espera renovar com o atleta, mas a decisão não será somente do clube.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens