Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Governo de Alagoas promove bate-papo com jornalistas iniciando atividades do Dia Internacional da Mulher

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 1 de março de 2024

gov 4

Edvan Ferreira / Agência Alagoas

Marcelo Alves / Agência Alagoas

O governador Paulo Dantas, ao lado da primeira-dama, Marina Dantas, participou de um bate-papo com jornalistas, na tarde desta quinta-feira (29), no Museu Palácio Floriano Peixoto. O encontro marcou a abertura de eventos do Governo de Alagoas sobre o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março. Os secretários de Estado Maria Silva (Mulher e Direitos Humanos), Joaldo Cavalcente (Comunicação) e o presidente do Sindicato dos Jornalistas Alexandre Lino, também acompanharam a reunião. Paulo respondeu perguntas sobre diversos temas, do protagonismo feminino ao trabalho do Estado no enfrentamento da violência contra a mulher.

Registrando que Alagoas tem o único secretariado do país com maioria de mulheres, Paulo ressaltou a importância feminina na comunicação, afirmando que a sensibilidade apresenta o jornalismo sob uma ótica diferente. “É uma honra poder estar aqui com todas vocês. Esse bate-papo tem o objetivo de abrirmos as ações de comemoração do mês da mulher”, destacou.

Maria Silva também agradeceu a presença das jornalistas e frisou que, apesar de o Dia Internacional da Mulher ser comemorado somente em março, o Governo de Alagoas tem realizado ações e desenvolvido políticas públicas voltadas às mulheres durante o ano todo.

Joaldo Cavalcante frisou que o Governo de Alagoas tem dado protagonismo à mulher. “O governador está muito à vontade nesse bate-papo, pelo histórico e a visão humanista da gestão junto à causa da mulher. A gente chega a um mês, que é muito simbólico historicamente, e que ganha uma relevância ainda maior pela determinação do governador que vem estabelecendo ações eficazes de combate à violência, respeito ao gênero e à diversidade”, disse.

EFETIVIDADE
Durante o bate-papo, Paulo anunciou ampliação das casas da Mulher e da Rede de Atenção a Violência (RAV) e a universalização do Centro de Integridade de Segurança Pública e das Salas Lilas. O governador destacou ainda que a Patrulha Maria da Penha é a única do Brasil que presta serviço de proteção durante 24 horas. “Reflexo da atuação da Patrulha Maria da Penha é que o índice de reincidência é zero. Contamos com 12 viaturas da patrulha e o objetivo é ampliar esse número”, disse.

Quanto ao tema feminicídio, Paulo ressaltou que o Governo do Estado reduziu em 39% o número desses crimes em Alagoas. “No ano passado, 19 mulheres foram mortas por feminicídios em Alagoas. Com isso, houve uma redução de 39%, já que, de acordo com o de Estatísticas e Análise Criminal (Neac), do Governo de Alagoa, em 2022 o número de vítimas foi 31. E 2023 também foi o ano com menor índice desse tipo de crime desde o ano de 2012”, afirmou.

Na oportunidade, foram pontuadas algumas das atividades que serão desenvolvidas durante o mês dedicado à mulher. “Assim como fizemos no ano passado, vamos massificar a divulgação desses instrumentos de prevenção, a exemplo da divulgação do disk denúncia. A ideia é fortalecer e aproximar ainda mais da população esses instrumentos institucionais de defesa e de proteção disponibilizados pelo Governo de Alagoas”, disse Paulo.

Galeria de Imagens