Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Hidratação é importante para se recuperar da dengue, orienta infectologista da Sesau

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 6 de março de 2024

Hidratação

Ao surgirem os primeiros sintomas da dengue o corpo começa a ter perda de líquido e, por isso, é necessária a hidratação com água ou sucos, água de coco, chás e soro caseiro | Carla Cleto / Ascom Sesau

Daniel Tavares / Ascom Sesau

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) chama a atenção para a importância da hidratação no processo de recuperação dos pacientes acometidos por dengue. Especialistas apontam que, além de repouso e alimentação saudável, hidratar bem o organismo é uma medida muito importante durante o tratamento da doença, que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em água limpa e parada.

O chefe de gabinete de Combate às Doenças Infectocontagiosas da Sesau, infectologista Renee Oliveira, explica que uma das primeiras ações a serem feitas em casos de suspeita de dengue é reforçar a hidratação do corpo. “A ingestão de líquidos deve ser iniciada já nos primeiros sintomas, pois a doença pode levar o corpo a ter uma perda de líquido. Por isso, é necessária a reposição adequada para que o organismo possa se recuperar de forma mais rápida”, diz o especialista.

O volume definido pelo Ministério da Saúde (MS) para a hidratação é de 60 mililitros (ml) de líquido por quilo (kg). Assim, uma pessoa com 60 kg deverá ingerir em torno de 3,6 litros por dia. Nos casos suspeitos de dengue, a prioridade deve ser para a água potável, mas também se recomenda a ingestão de água de coco, sucos, chás, isotônicos e soro caseiro, feito a partir da diluição de uma colher (de café) com sal e duas colheres (de sopa) com açúcar para cada litro de água.

Renee Oliveira ainda destaca que não há remédio específico contra a dengue, o que reforça a importância de uma boa hidratação durante a recuperação. “Também é importante salientar que o repouso, atrelado a uma alimentação saudável e medicamentos contra febre e dor, como dipirona, por exemplo, devem ser adotados durante a recuperação”, ressalta o infectologista.

Sintomas da Dengue

Cabe lembrar que os principais sintomas da dengue são febre alta, dor de cabeça, nos ossos e articulações, dor atrás dos olhos, manchas pelo corpo, náusea, tontura e cansaço. Os pacientes ainda podem ser acometidos por vômitos, dificuldade de respirar, hemorragia, dor abdominal intensa, confusão mental e até perda da consciência em casos mais graves da infecção.

Redução da dengue em Alagoas

O Brasil vem registrando uma alta na quantidade de casos de dengue, mas Alagoas contabilizou uma diminuição de quase 90% na comparação entre os anos de 2023 e 2022. A redução foi alcançada por meio de ações como a capacitação de profissionais de saúde e suporte técnico da Sesau aos 102 municípios alagoanos. Apesar dos indicadores positivos, o Estado segue atuando para manter a situação da doença sob controle.

Redação com Agência Alagoas

🇧🇷 Curta & Compartilhe✨

Galeria de Imagens