Anadia/AL

21 de junho de 2024

Anadia/AL, 21 de junho de 2024

“Horror sem precedentes”, diz Ivan Valente, ao ver as cenas do holocausto do povo palestino promovido por Israel

"É preciso parar imediatamente essa máquina de matar", afirmou o parlamentar.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 27 de maio de 2024

Brasil 3

Ivan Valente (Foto: Alex Ferreira - Câmara)

“GENOCÍDIO! O governo terrorista de Israel bombardeou a Agência da ONU para Refugiados Palestinos em Rafah. Ao menos 30 palestinos foram assassinados. Exército israelense ignora decisão da Corte de Haia e mantém ataques letais no sul de Gaza. Horror sem precedentes, é preciso parar imediatamente essa máquina de matar. Basta de genocídio!”, escreveu deputado Ivan Valente (Psol-SP), após o líder israelense Benjamin Netanyahu avançar no holocausto do povo palestino.

As forças israelenses bombardearam um acampamento que abrigava pessoas deslocadas em uma zona segura designada em Rafah, matando cerca de 40 palestinos, segundo a agência de notícias Wafa. Muitas das vítimas eram mulheres e crianças.

O ataque ao campo de Tal as-Sultan ocorreu depois que as forças israelenses bombardearam abrigos que abrigavam palestinos deslocados em outras áreas, incluindo Jabalia, Nuseirat e Cidade de Gaza, matando pelo menos outras 160 pessoas, segundo autoridades palestinas.

Os militares israelenses confirmaram o ataque a Rafah, dizendo que teve como alvo combatentes do Hamas usando “armamento de precisão”. Reconheceu que civis ficaram feridos quando eclodiu um incêndio e disse que o incidente está sob investigação.

Pelo menos 35.984 palestinianos foram mortos e até 80.643 pessoas ficaram feridas na guerra de Israel contra Gaza desde 7 de Outubro. O número de mortos em Israel devido ao ataque do Hamas nessa data é de 1.139, com dezenas ainda mantidas em cativeiro.

Galeria de Imagens