Anadia/AL

29 de maio de 2024

Anadia/AL, 29 de maio de 2024

Houthis disparam míssil contra navio americano no Mar Vermelho

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 15 de janeiro de 2024

TRIBU

Reprodução/Rede social

O grupo rebelde Houthis disparou um míssil contra um navio americano no Mar Vermelho neste domingo (14). Um caça-jato dos Estados Unidos (EUA) interceptou o projétil, segundo o Comando Central do país.

O ataque dos Houthis, cuja base é o Iêmen, foi na direção de um navio americano que opera na região sul do Mar Vermelho. Não houve danos relatados ou feridos, de acordo com as autoridades dos EUA.

Este é o primeiro ataque das forças rebeldes reconhecido pelos americanos desde os bombardeios de Estados Unidos e o Reino Unido a alvos dos Houthis no Iêmen.

A operação contra o grupo rebelde se iniciou durante a madrugada de sexta-feira (12), pelo horário local, noite de quinta-feira (11), no horário de Brasília. A missão aconteceu um dia após os Houthis realizarem o maior ataque nas rotas comerciais do Mar Vermelho desde 19 de novembro.

De acordo com autoridades americanas e britânicas, a ação foi um “ato de legítima defesa”. Já o porta-voz dos Houthis afirmou que a operação contra alvos do grupo é “injustificada” e que os ataques a navios com destino a Israel no Mar Vermelho iriam continuar.

O grupo rebelde ainda não reconheceu a gravidade dos danos causados pela ação dos Estados Unidos e Reino Unido. Segundo os Houthis, os ataques mataram cinco dos seus soldados e feriram outros seis.

A ação conduzida pelos Estados Unidos e o Reino Unido, na sexta-feira (12), foi feita via água e ar, com o uso de submarinos, navios e aeronaves. Neste mesmo dia, o Irã, a Rússia e o Omã condenaram a missão contra as forças rebeldes.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens