Anadia/AL

18 de maio de 2024

Anadia/AL, 18 de maio de 2024

Inscrições para grupo de engajamento do G20 social se encerram nesta quarta-feira

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 29 de janeiro de 2024

inscricoes-para-grupo-de-engajamento-do-g20-social-se-encerram-nesta-quarta-feira

Secretária de Estado de Relações Federativas e Internacionais de Alagoas, Caroline Balbino. Foto: Pei Fon

✨ Por Carlos Nealdo.

Entidades da sociedade civil e movimentos sociais de Alagoas têm até a próxima quarta-feira (31) para se inscrever no grupo de engajamento Civil 20 (C20), movimento integrante do G20 Social que fará uma série de encontros ao longo deste ano, em 15 capitais brasileiras, entre elas Maceió. O objetivo é discutir demandas e aspirações da sociedade que serão encaminhadas aos países do G20, que reúne as 20 maiores economias mundiais.

Em Maceió, o encontro será coordenado pelo Ministério das Comunicações, e vai acontecer entre os dias 9 e 13 de setembro, com o tema Economia Digital. Além da capital alagoana, estão previstos grupos de trabalho em Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Fortaleza (CE), Foz do Iguaçu (PR), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP) e Teresina (PI).

Para a secretária de Estado de Relações Federativas e Internacionais de Alagoas, Caroline Balbino, é fundamental que a sociedade civil do estado participe do C20, cujas demandas vão influenciar as próximas decisões do G20.

“É importante garantir que os líderes mundiais ouçam as recomendações e demandas da sociedade civil organizada, buscando proteger o meio ambiente e promover desenvolvimento social e econômico, direitos humanos e o princípio de não deixar ninguém para trás”.

O secretário-executivo de Estado de Relações Federativas e Internacionais de Alagoas, Raul Costa Cavalcanti Manso, lembra que além do eixo Digitalização e Tecnologia, que integra o grupo de trabalho de Maceió, o C20 contará com outros nove eixos, entre eles Economias Justas, Inclusivas e Antirracistas; Direitos da Mulher e Igualdade de Gênero; Meio Ambiente, Justiça Climática e Transição Energética Justa; e Filantropia e Desenvolvimento Sustentável.

Raul Costa reforça que os grupos de trabalho são espaços temáticos onde as organizações da sociedade civil, redes e movimentos sociais de todo o mundo se reúnem presencialmente e/ou online, para discutir e produzir documentos políticos destinados a fornecer recomendações concretas e propostas políticas dirigidas ao G20. “Em Alagoas, esse será um evento pioneiro e, portanto, de suma importância para o desenvolvimento do estado”.

As inscrições podem ser feitas no site do C20, em um formulário disponível em três idiomas (português, inglês e espanhol), respondendo dados básicos (nome, país, gênero) e descrição de objetivos da entidade e justificativa das razões para nomeação como representante, ambas em cerca de 500 caracteres.

G20 SOCIAL

O G20 Social – do qual o grupo de trabalho C20 faz parte – foi anunciado pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva em setembro de 2023, durante a 18ª Cúpula de Chefes de Governo e Estado do G20, em Nova Délhi, na Índia, quando o Brasil assumiu simbolicamente a presidência do bloco.

O objetivo do G20 Social é ampliar a participação de atores não governamentais nas atividades e nos processos decisórios do G20, que durante a presidência brasileira tem por lema “Construindo um Mundo Justo e um Planeta Sustentável”.

Como um país plural, diverso e com autoridade para tratar de questões fundamentais, como a mudança climática e combate à fome e à pobreza, o G20 Social garantirá espaço para as diferentes vozes, lutas e reivindicações das populações e dos agentes não governamentais dos países que compõem as maiores economias do mundo.

✨ Redação com Agência Alagoas

Galeria de Imagens