Anadia/AL

17 de junho de 2024

Anadia/AL, 17 de junho de 2024

Inundações na Indonésia deixam 52 mortos e forçam evacuações

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 16 de maio de 2024

if

Foto: Reprodução

O número de pessoas mortas por enchentes repentinas e deslizamentos de lama na província indonésia de Sumatra Ocidental, na Indonésia, aumentou para 52, e mais de 3 mil pessoas foram evacuadas, disseram autoridades nesta terça-feira (14), com fortes chuvas esperadas até semana que vem.

Chuvas torrenciais na noite do último sábado (11) provocaram inundações repentinas, deslizamentos de terra e fluxo de lava fria – uma mistura semelhante a lama de cinzas vulcânicas, detritos rochosos e água – em três distritos da província de Sumatra Ocidental. Na segunda-feira (13), o número de mortos era de 43.

O fluxo de lava fria, conhecido na Indonésia como “lahar”, veio do Monte Marapi , um dos vulcões mais ativos de Sumatra.

Mais de 20 pessoas morreram quando o Marapi entrou em erupção em dezembro. Uma série de erupções se seguiram desde então.

Dos 52 mortos, mais de 45 foram identificados, disse o porta-voz da agência de desastres de Sumatra Ocidental, Ilham Wahab.

As equipes de resgate locais, a polícia e os militares continuarão procurando 17 pessoas que ainda estão desaparecidas, acrescentou.

Ilham disse que 249 casas, 225 hectares de terra, incluindo campos de arroz, e a maioria das estradas principais dos três distritos foram danificadas. As inundações diminuíram desde domingo (12).

“Além da busca pelas pessoas desaparecidas, vamos nos concentrar em limpar as estradas principais da lama, troncos e grandes pedras trazidas pelas enchentes para as estradas e assentamentos”, disse Ilham.

Até esta terça-feira, 3.396 pessoas foram evacuadas para edifícios próximos, disse o chefe da agência nacional de gestão e desastres (BNPB), Suharyanto, em um comunicado.

O BNPB distribuiu tendas, cobertores, alimentos, kits de higiene, casas de banho portáteis e purificadores de água, disse Suharyanto, que usa um único nome, como muitos indonésios.

No entanto, a distribuição foi dificultada porque a maioria das estradas estava coberta de lama e detritos, disse ele.

Fortes chuvas na província de Sumatra Ocidental ainda são esperadas até a próxima semana, disse Dwikorita Karnawati, chefe da agência meteorológica da Indonésia, BMKG.

“Isso significa que precisamos estar alertas sobre possíveis inundações repentinas e deslizamentos de terra pelo menos até 17 e 22 de maio”, disse ela.

O BMKG também alertou as pessoas para ficarem longe de encostas propensas a deslizamentos de terra.
Roza Yolanda, 23 anos, estava relaxando em sua casa quando caiu uma forte chuva no fim de semana. A água entrou em sua casa segundos depois de uma queda de energia.

“Fui arrastado para fora da minha casa pelas inundações e para as ruas, cerca de 200 metros”, disse Roza. “Meu pescoço foi atingido por troncos, bati em paredes, janelas.”

Ela ficou flutuando por cerca de 15 minutos antes de ser salva. Roza, que sofreu hematomas em todo o corpo, disse que sua mãe está bem, mas seu pai ainda está desaparecido.

Fonte: Al 102

Galeria de Imagens