Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Judeus dão razão a Lula e dizem que, sim, o governo de Israel adota práticas fascistas

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 18 de fevereiro de 2024

vv2

MIGUEL SCHINCARIOL/AFP

Nota da Articulação Judaica de Esquerda – As semelhanças são insuportáveis. São dolorosas e desconfortáveis.
Mas é impossível, conhecendo os antecedentes, as medidas adotadas pelos nazistas, não comparar com a situação dos palestinos vivendo há 55 anos em condição apátrida e sob pogroms (avalizados e estimulados pelas autoridades).

O Apartheid Israelense é, como foi o da Africa do Sul, uma versão original em alguns aspectos, mas também semelhante, em outros, àquelas políticas fascistas baseadas na raça.

Quando se menciona isso não se banaliza o Holocausto, como afirmou o criminoso de guerra que chefia o Estado de Israel agora. Faz-se memória e justiça, restabelece-se a verdade e honram-se aqueles que lutaram e sobreviveram..

Há meses judeus e aliados no mundo todo repetem: “Para que Nunca Mais se Repita (aquele horror) é agora!”

Não queremos evitar que ele se repita em ‘algum dia no futuro’. Queremos que não se repita AGORA. As leis racistas e os massacres racistas devem ser combatidos AGORA.

O Presidente Lula, em nome do Governo Brasileiro, mais uma vez se posicionou pela paz e instou Israel a suspender o massacre do povo palestino.

Ele tem se manifestado como defensor incondicional da humanidade independente de origem, raça ou etnia, pedindo por coexistência pacífica de árabes e judeus.

Sua mensagem mais forte é a mesma que nós, da Articulação Judaica de Esquerda, em sintonia com coletivos de árabes e judeus no mundo todo, temos enviado: pelo Cessar Fogo AGORA!
*Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens