Anadia/AL

16 de junho de 2024

Anadia/AL, 16 de junho de 2024

Jurados retornam ao tribunal para decidir destino de Trump em caso de suborno

Na quarta-feira (29), os 12 jurados e seis suplentes encerraram o primeiro dia de deliberações sem alcançar um veredicto. Expectativa é de definição nesta quinta-feira

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 30 de maio de 2024

op

Foto: Reprodução

O julgamento histórico do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusado de suborno, entra em um momento crucial nesta quinta-feira (30), quando os jurados retornarão ao tribunal de Nova York às 10h30 (horário de Brasília) para continuar as deliberações, informa o g1 por meio da Reuters. Após cinco semanas intensas de depoimentos e análise de provas, a decisão final sobre o caso que abala a política americana permanece incerta.

Na quarta-feira (29), os 12 jurados e seis suplentes encerraram o primeiro dia de deliberações sem alcançar um veredicto. O caso envolve acusações de que Trump falsificou documentos comerciais para encobrir um pagamento de US$ 130 mil à estrela pornô Stormy Daniels, supostamente para silenciá-la sobre um encontro sexual antes das eleições presidenciais de 2016. Trump, de 77 anos, nega as alegações e se declarou inocente.

Durante as deliberações de quarta-feira, os jurados solicitaram ao juiz Juan Merchan as transcrições dos depoimentos de duas testemunhas-chave: Michael Cohen, ex-advogado de Trump, que afirmou que o ex-presidente estava ciente do pagamento e trabalhou para encobri-lo; e David Pecker, ex-editor do tabloide National Enquirer, que testemunhou sobre seus esforços para suprimir histórias prejudiciais à campanha de Trump.

A decisão final requer a unanimidade dos 12 jurados. Se não conseguirem resolver suas diferenças, o juiz pode declarar a anulação do julgamento.

Mesmo se condenado, Trump ainda poderá concorrer à presidência e assumir o cargo caso vença. Pesquisas de opinião indicam uma disputa acirrada entre Trump e Biden. No entanto, uma pesquisa Reuters/Ipsos sugere que um veredicto de culpado pode afetar o apoio entre eleitores independentes e alguns republicanos.

Se considerado culpado, Trump poderia enfrentar até quatro anos de prisão, embora a prática comum seja a aplicação de multas ou liberdade condicional para crimes semelhantes. A defesa já indicou que recorrerá em caso de condenação. Além deste processo, Trump enfrenta outras três acusações criminais, mas é improvável que sejam julgadas antes das próximas eleições.

A equipe de campanha de Biden minimiza o impacto potencial de qualquer veredicto sobre a dinâmica eleitoral.

Fonte: Brasil 247

Galeria de Imagens