Anadia/AL

14 de junho de 2024

Anadia/AL, 14 de junho de 2024

Leila Pereira diz que Textor faz denúncias ‘irresponsáveis’ e volta a defender que ele seja banido do futebol

Presidente do Palmeiras presta depoimento à CPI da Manipulação dos Jogos e Apostas e Esportivas no Senado | 16:05 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 5 de junho de 2024

vv1

(crédito: Fotos: Cesar Greco/Palmeiras /Vítor Silva/Botafogo)

A presidente do Palmeiras é a terceira mandatária de clubes a prestar depoimento à Comissão no Senado, após o próprio Textor e também Julio Casares, do São Paulo. O depoimento de Leila chegou a ser adiado uma vez, antes de ser remarcado.

— Fizemos uma denúncia também para que ele comprove o que está dizendo. Se ele não comprovar absolutamente nada, porque até agora objetivamente não vi prova nenhuma. Eu desconheço. Não tenho dúvida nenhuma que o John Textor teria que ser banido do futebol brasileiro. Com essas denúncias irresponsáveis, criminosas, ele afeta não só o Palmeiras mas todo o futebol brasileiro. As penas precisam ser duras e eficazes — afirmou Leila.

A presidente afirmou que o clube já entrou com um pedido de inquérito policial, além de outro procedimento na esfera cível e também na Justiça Desportiva. Leila atribuiu as denúncias de Textor à derrota sofrida pelo Botafogo no final do Campeonato Brasileiro do ano passado, por 4 a 3. Palmeiras e Botafogo irão se encontrar pelas oitavas de final da Libertadores da América.

— Mas foi, essa é a realidade. Não é questão de clubismo, tenho certeza absoluta. Foi ali. O estranho não é os 4 a 3, a virada. Isso não tem absolutamente nada de estranho. Foi ali que aconteceu. Não é questão de clubismo. Até aquele momento, não se tinha denúncia de manipulação. A partir dali, começou — afirmou.

Kajuru comete gafe no início da sessão

Logo no começo da sessão da CPI, o presidente da comissão, o senador Jorge Kajuru cometeu uma gafe ao comentar que a senadora Margareth Buzetti gostava de futebol, afirmou que “normalmente, as mulheres vão no estádio e perguntam quem é a bola”.

Leila Pereira é a única presidente mulher entre os 40 times da Série A e Série B e, recentemente, tem se posicionado para reforçar essa posição, realizando uma entrevista coletiva apenas com mulheres e criticando os ex-jogadores Daniel Alves e Robinho, ambos condenados por estupro.

*Redação com Extra Esporte

Galeria de Imagens