Anadia/AL

22 de maio de 2024

Anadia/AL, 22 de maio de 2024

Lucélia Santos diz que não recebeu um centavo da Globo por venda de novelas

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 15 de janeiro de 2024

vv2-150-qidfws27sopj4rfu4pucxe6o8m5m9zq0i8iig4n2rs

Reprodução

Lucélia Santos, 66, afirmou que “nunca recebeu um centavo” da Globo pela venda de algumas novelas clássicas da emissora, protagonizadas por ela, como “Escrava Isaura” (1976), para o exterior.

O que aconteceu

Atriz abordou o assunto ao falar sobre a regulamentação da classe artística no Brasil. Ela disse ser parte de um grupo “que sempre lutou com coragem, sem medo de falar as coisas” pelos direitos dos artistas no país. As declarações foram em recente participação no podcast Embrulha sem Roteiro.

Santos destacou que essa é uma “luta que está engavetada no Congresso”. Atriz ressaltou que as grandes empresas de comunicação “não querem falar sobre isso” e citou a luta dos roteiristas dos Estados Unidos, que paralisou Hollywood em 2023.

Em seguida, ela disse ter sido “lesada” por não receber pelo direito de imagem em novelas comercializadas para outros países — ela citou três folhetins, todos da Globo. “A gente tem que ter o direito. Eu sou uma das pessoas mais lesadas no Brasil. Nunca recebi um centavo de direito por meu trabalho e divulgação no exterior. A gente está falando de “Escrava Isaura”, “Sinhá Moça” (1986), “Ciranda de Pedra” (1981). Só “Escrava Isaura” e “Sinha Moça” são duas das que mais venderam. Eu nunca recebi um centavo”.

Atriz disse que empresa usa falta de regulamentação como justificativa. “Eles dizem ‘não, é anterior a regulamentação da profissão de atores no Brasil’. Ok, mas o direito de imagem é inalienável ou não?”.

Artista disse ter sido boicotada por lutar por direitos. “O problema nosso é o mercado de trabalho. Se você fala isso, você fica desempregado. Há quantos anos você não me ver fazendo novela? Brutal. Eu gosto de fazer novela, adoro, é porque não tem convite mesmo. Essa palavra cancelamento é nova, mas o ator de cancelar é antigo. Se você quer preservar seu emprego, fica quieto. Só que eu sou aquele tipo de pessoa que nunca fui por aí, sou destemida e tem certas coisas na sociedade que têm que ser reestruturadas, repensadas”.

O último trabalho de Lucélia Santos no Grupo Globo foi uma participação especial na sitcom “Vai Que Cola”, em 2016.

*Redação com Diário do Engenho

Galeria de Imagens