Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Luciano Bivar é afastado da presidência do União Brasil

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 20 de março de 2024

Politica

Igo Estrela / Metropoles @igoestrela

Por Maria Eduarda Portela

O União Brasil decidiu afastar o presidente da sigla, Luciano Bivar, nesta quarta-feira (20/3). O político está na mira dos colegas depois de ameaçar um correligionário, o advogado Antônio Rueda (PE), presidente eleito da sigla.

A Executiva do partido decidiu pelo afastamento temporário do deputado federal Luciano Bivar. Quem assume a presidência da sigla agora é o vice-presidente, Antônio Rueda.

“Grande maioria da comissão executiva compreendeu, acompanhando o voto da senadora Professora Dorinha [TO], [que] a destituição da presidência seria, nesse momento, a medida mais adequada. E a expulsão, que pode acontecer ou não, seria uma pena mais apropriada depois que o processo ele fosse todo esgotado, com o direito à ampla defesa”, afirmou ACM Neto, vice-presidente eleito do União.

Receba no seu email

Líderes do União Brasil se reuniram nesta quarta para decidir sobre o afastamento do deputado federal. Bivar participou do encontro, mas decidiu se abster da defesa apresentada por ele sobre o processo.

O pedido de expulsão de Bivar foi encaminhado ao Conselho de Ética do União, que terá 60 dias para decidir sobre a representação. O processo também irá deliberar sobre o afastamento definitivo do deputado.

A decisão acontece após parlamentares e governadores do partido apresentarem uma representação para pedir o afastamento do deputado da presidência da sigla e a expulsão com cancelamento da filiação.

Crise entre aliados

Luciano Bivar e Antônio Rueda eram aliados, no entanto, a relação entre os dois mudou depois de uma disputa pela liderança da sigla.

Em 29 de fevereiro, Rueda foi eleito presidente do partido por unanimidade pela executiva nacional do União Brasil. ACM Neto, ex-prefeito de Salvador (BA), foi escolhido como vice-presidente da legenda.

A troca de acusações se agravou na última semana, quando Antônio Rueda acusou Bivar de ser o responsável pelos incêndios em duas casas ligadas ao político, no litoral de Pernambuco. O deputado federal, por outro lado, negou.

A defesa de Antônio Rueda pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de inquérito para investigar Luciano Bivar por suposto envolvimento nos incêndios nas residências da família do presidente eleito do União Brasil.

Redação Metrópoles

Galeria de Imagens