Anadia/AL

22 de julho de 2024

Anadia/AL, 22 de julho de 2024

Lula diz que juros vão melhorar quando indicar presidente do BC

Presidente diz que escolherá alguém “responsável” para não precisar dar palpite sobre juros e que patamar da Selic a 10,5% com inflação anual de 4% é “irreal” | 16:48 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 28 de junho de 2024

vv1

Reprodução/ Youtube/ O Tempo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta 6ª feira (28.jun.2024) que o atual patamar da taxa básica de juros vai melhorar quando puder escolher o novo presidente do Banco Central. O chefe do Executivo afirmou que o atual patamar da Selic, a 10,5%, em um cenário de inflação de 4% ao ano é “irreal”.

“A taxa de juros de 10,50% [ao ano] é irreal para uma inflação de 4%. Isso vai poder melhorar quando eu puder indicar o presidente [do Banco Central]”, afirmou o presidente em entrevista à rádio O Tempo, de Minas Gerais.

O mandato do atual chefe da autoridade monetária, Roberto Campos Neto, acaba em 31 de dezembro. De acordo com Lula, seu indicado será uma pessoa “responsável”.

O presidente da República não vai ficar dando palpite: ‘baixa os juros, aumenta os juros’. Não. O presidente da República tem que confiar que a pessoa está lá e tem competência para fazer as coisas”, disse.

O presidente também disse que o Banco Central tem a obrigação de investigar casos de especulação entre agentes financeiros para valorizar o dólar. “Ontem eu fiz denúncia de por que o dólar está subindo. É porque tem especulação com derivativos na perspectiva de valorizar o dólar e desvalorizar o real. E o Banco Central tem obrigação de investigar isso”, disse.

Lula criticou novamente quem associou suas declarações sobre a necessidade de corte de gastos, dadas em entrevista ao portal UOL na 4ª feira (26.jun.2024), a alta do dólar naquele dia.

“Se o Presidente da República que for eleito não puder falar, quem vai poder falar? O cara que perdeu? O presidente do Banco Central?”, questionou.

GALÍPOLO NO BC

Na 5ª feira (27.jun.2024), Lula afirmou que o diretor de Política Monetária do Banco Central, Gabriel Galípolo, tem condições de presidir a instituição. Ele é o principal cotado para o cargo.

Em entrevista à rádio Itatiaia, Lula repetiu críticas ao atual presidente da autoridade monetária, Roberto Campos Neto, ao dizer que ele foi escolhido pelo governo anterior, de Jair Bolsonaro (PL).

“É importante lembrar que o presidente do Banco Central é do governo anterior, que ele pensa ideologicamente como o governo anterior. E é importante lembrar que eu acho que ele não está fazendo o que deveria ter feito corretamente”, afirmou.

DÓLAR EM ALTA

Na 4ª feira, a cotação da moeda americana chegou a R$ 5,52 às 10h30, alta de 1,13%, enquanto o presidente concedia entrevista ao UOL. O dólar manteve o patamar no fechamento do mercado, maior valor desde os R$ 5,56 alcançados em 18 de janeiro de 2022.

Em resposta, na 5ª feira (27.jun.2024), em discurso no “Conselhão”, Lula criticou especulações do mercado financeiro e disse que, quem apostar em lucrar com derivativos, irá perder dinheiro.

Derivativos são contratos financeiros negociados a partir de algum ativo, como ações, moedas, commodities ou taxas de juros. São instrumentos usados para reduzir riscos e para especular no mercado financeiro.

Também chamou de “cretinos” quem o culpou pela alta do dólar e afirmou que a moeda americana começou a subir 15 minutos antes do início de sua entrevista ao UOL, na 4ª feira (26.jun). O dólar subiu 0,77% durante a entrevista de Lula ao portal.

*Redação com Poder 360

Galeria de Imagens