Anadia/AL

13 de junho de 2024

Anadia/AL, 13 de junho de 2024

Macron lembra do 8/1 e diz que Lula ajudou Brasil a resistir aos “inimigos da democracia”

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 28 de março de 2024

vv2

Imagem: Ricardo Stuckert (PR)

Em sua visita oficial ao Palácio do Planalto nesta quinta-feira (28), o presidente francês, Emmanuel Macron, ressaltou o espírito de resistência democrática no Brasil após os ataques de terroristas bolsonaristas no 8 de janeiro de 2023.

Ao passar pela Praça dos Três Poderes, antes de entrar na sede oficial da Presidência da República, o líder da França lembrou que a praça “foi destruída e bastante maltratada pelos inimigos da democracia”.

“Ninguém está a salvo de forças muito extremas que vem estremer a democracia e o Brasil resistiu a isso. Nós discutimos longamente sobre isso e quero conseguir avançar sobre isso a nível internacional. Quero agradecer pelo espírito de resistência e a força para restaurar a democracia. A França ama o Brasil e acredita no Brasil. Vamos celebrar dois séculos das nossas relações diplomáticas”, declarou Macron.

Em seu encontro com o presidente Lula (PT), o chefe de Estado francês recebeu a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul. A honraria é, desde 1932, destinada exclusivamente a personalidades estrangeiras, sendo a mais alta condecoração concedida a um cidadão não-brasileiro.

Em sua declaração à imprensa após o encontro, Macron exaltou a visita ao Pará com Lula: “pudemos juntos saborear essa Amazônia compartilhada na cidade de Belém”. Ele também reforçou que a França tem uma presença forte na Amazônia e destacou a intenção de intensificar os intercâmbios dos dois lados, lutar contra todos os tipos de crime, como o garimpo ilegal, e buscar a origem do contrabando, além de desenvolver a bioeconomia.

*Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens