Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Mais de 10 mil palestinos estão desaparecidos em Gaza

Além do elevado número de mortos, há milhares de desaparecidos em decorrência do genocídio. - 09:32

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 27 de junho de 2024

hjp

Foto: Reprodução

Mais de 10 mil palestinos estão desaparecidos na Faixa de Gaza como consequência da campanha militar israelense, iniciada há mais de oito meses, denunciou o porta-voz da Defesa Civil no território, Mahmoud Basal.

Em declarações à emissora de televisão Al Jazeera, o porta-voz criticou os recentes ataques deliberados do Exército de Israel contra pelo menos cinco locais abarrotados de deslocados em Gaza. Basal acusou as Forças Armadas israelenses de adotar uma nova política de bombardeios intensos contra residências, como demonstrado pelas incursões nos bairros de Al-Tuffah e Al-Shati, situados na cidade de Gaza, ao norte.

Reiteradamente, as autoridades de Gaza alertaram que milhares de civis estão sepultados sob os edifícios destruídos pelas bombas israelenses e apontaram a impossibilidade de recuperar os corpos devido à guerra, à falta de equipamentos, de combustível e de pessoal.

Há dois dias, a Organização Não Governamental Save the Children estimou em 21 mil a quantidade de menores que estão perdidos, sepultados sob os escombros, detidos ou enterrados em túmulos sem identificação na Faixa de Gaza.

“Nossas equipes de proteção informaram que os deslocamentos recentes causados pela ofensiva israelense contra a cidade de Rafah, ao sul, separaram ainda mais crianças, o que elevou a tensão nas famílias e nas comunidades que cuidam delas”, alertou.

É quase impossível reunir e verificar os números em Gaza, mas estima-se que pelo menos 17 mil dessas crianças estejam separadas de suas famílias, e é provável que outras quatro mil estejam enterradas sob os escombros, indicou.

Ele destacou que muitos estão desaparecidos, incluindo um número desconhecido de detidos e transferidos para prisões e centros de detenção israelenses.

Segundo dados oficiais, mais de 37 mil palestinos morreram nesse território desde o início da ofensiva militar israelense, enquanto mais de 85 mil ficaram feridos.

Fonte: Brasil 247

Galeria de Imagens