Anadia/AL

18 de maio de 2024

Anadia/AL, 18 de maio de 2024

Michelle foge para os EUA e abandona Bolsonaro sem passaporte

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 8 de fevereiro de 2024

mICHELE

Michelle Bolsonaro, ex-primeira-dama. Foto: reprodução DCM

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro está prestes a embarcar para uma “turnê” por igrejas evangélicas nos Estados Unidos, acompanhada pela ex-ministra e atual senadora Damares Alves (Republicanos-DF). A viagem, já anunciada publicamente, continua confirmada mesmo após a recente operação da Polícia Federal que mirou Jair Bolsonaro e seus auxiliares.

A Polícia Federal, com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF), apreendeu o passaporte de Bolsonaro e o proibiu de manter contatos com outros investigados, incluindo Valdemar Costa Neto, presidente de seu partido, o PL, que foi preso após a PF por porte ilegal de arma durante ação de busca e apreensão em sua residência.

Essas medidas fazem parte de uma operação que investiga uma suposta organização criminosa envolvida na tentativa de “golpe de Estado” para manter Bolsonaro no poder após a derrota nas eleições de 2022.

“Claro (que a viagem de Michelle está mantida). São várias igrejas nos esperando”, afirmou Damares, garantindo a continuidade dos planos na tarde de quinta-feira (8), segundo a coluna de Igor Gadelha no Metrópoles.

O roteiro inclui eventos entre os dias 12 e 16 de fevereiro em cidades como Orlando e Pompano Beach, no estado da Flórida; Atlanta, capital do estado da Geórgia; e Boston, capital de Massachusetts. A programação prevê a participação das duas figuras públicas em eventos religiosos e encontros com a comunidade evangélica nos Estados Unidos.

Damares Alves, Michelle e Jair Bolsonaro. Foto: reprodução

Após ser alvo da Operação Tempus Veritatis, Jair Bolsonaro reclamou que acabou sua “folga” e disse “não entender” as acusações contra ele e seus aliados. A corporação cumpriu 33 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão preventiva.

“Acabou minha folga. Vejo colega sendo preso, é muito ruim. Não entendo… Tentativa de golpe. Fizemos uma transição sem problemas. A pedido do Lula, nomeei os três comandantes de Força escolhidos por ele em dezembro. Como vou nomear comandante de Força dele e dar um golpe depois?”, afirmou à coluna de Igor Gadelha no Metrópoles.

Redação com DCM

🇧🇷 Curta & Compartilhe ✨

Galeria de Imagens