Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Militares ameaçaram matar Alexandre de Moraes

Um dos presos por ameaçar a família do ministro do TD integra o coro de Fuzileiros Navais | 14:19 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 31 de maio de 2024

vv2

(Foto: Waldemir Barreto / Agência Senado)

 Raul Fonseca de Oliveira e Oliveirino de Oliveira Junior, presos em uma operação da Polícia Federal nesta sexta-feira (31), por supostas ‘violentas ameaças’ a familiares do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. As investigações apontaram que as ameaças foram feitas por email aos filhos do ministro e davam detalhes sobre a rotina da família como forma de intimidação. Um dos suspeitos presos integra o corpo de Fuzileiros Navais, o que motivou a participação da Marinha na operação.

No pedido de prisão feito ao STF, o procurador-geral da República, Paulo Gonet, afirma que “o conteúdo das mensagens, com referências a ‘comunismo’ e antipatriotismo’, evidencia com clareza o intuito de “por meio de graves ameaças a familiares do ministro Alexandre de Moraes, restringir o livre exercício da função judiciária”. Moraes está à frente dos inquéritos que investigam os atos golpistas do dia 8 de janeiro do ano passado, quando militantes bolsonaristas e de extrema direita invadiram  depredaram as sedes dos Três Poderes, em Brasília.

As prisões efetuadas nesta sexta-feira têm caráter preventivo e, portanto, não possuem data para acabar. Eles ficarão presos nas superintendências da Polícia Federal do Rio de Janeiro e de São Paulo até a Justiça determinar para onde devem ser levados. A PF está cumprindo, ainda, cinco mandados de busca e apreensão.
*Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens