Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

“Minha militância política não agradava meus patrões”, diz Lucélia Santos

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 3 de março de 2024

Lucélia Santos (Foto: Youtube / TV 247)

Em uma entrevista marcante concedida à jornalista Hildegard Angel, da TV 247, a renomada atriz brasileira Lucélia Santos compartilhou reflexões profundas sobre sua carreira, política e espiritualidade. Reconhecida por seu papel icônico na novela “Escrava Isaura”, Santos abriu-se sobre diversos aspectos de sua vida e trajetória, revelando detalhes até então pouco conhecidos.

Durante a conversa, Lucélia Santos abordou aspectos sensíveis de sua carreira e posicionamento político. “Acho que minha militância política não agradava meus patrões na Globo”, afirmou a atriz, destacando os desafios enfrentados em um ambiente muitas vezes adverso.

Além disso, Santos expressou sua admiração pela ex-presidente Dilma Rousseff, pelo irmão de Hildegard, Stuart Angel, assassinado pelos militares, bem como por todos aqueles que lutaram contra a ditadura militar no Brasil. “Admiro muito a Dilma, seu irmão Stuart e todos aqueles que lutaram contra a ditadura”, ressaltou a atriz, enfatizando a importância do engajamento político em tempos difíceis. “Tive sorte de nascer um pouco depois desta geração”, afirmou.

Lucélia Santos também compartilhou insights sobre sua jornada espiritual, destacando o papel do budismo em sua vida. “Sempre fui muito direta e o budismo até reforçou essa característica. Hoje me sinto como uma pessoa a caminho da iluminação”, afirmou a atriz, revelando aspectos de sua busca por equilíbrio e harmonia interior..

Ao abordar os revezes e cancelamentos em sua carreira, Lucélia Santos demonstrou uma perspectiva de resiliência e superação. “Fui feliz em não transformar os revezes e cancelamentos que sofri em mágoa e ressentimento”, declarou, evidenciando sua capacidade de lidar com as adversidades de forma construtiva.

A conversa entre Lucélia Santos e Hildegard Angel foi marcada por profundidade e autenticidade, revelando uma faceta da atriz que vai além dos holofotes. Reconhecida por seu papel na novela “Escrava Isaura”, a atriz recebeu um prêmio inédito na China nos anos 70 e desde então tornou-se uma figura de destaque, inclusive sendo nomeada embaixadora cultural do Brasil na China. Durante a conversa, Santos abordou desafios contemporâneos, como a disseminação de informações e a manipulação das mídias, ressaltando a importância da conscientização ambiental e dos direitos humanos. Assista:

Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens