Anadia/AL

19 de junho de 2024

Anadia/AL, 19 de junho de 2024

Ministério do Trabalho articula operação para resgatar penedenses de trabalho análogo à escravidão

Superintendência do Trabalho em Alagoas informou que a fazenda de café está localizada no Espírito Santo.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 14 de maio de 2024

Alagoas

Foto: Reprodução vídeo

🇧🇷 Por Patrícia Bastos

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou que desde o início da manhã desta terça (14) está articulando operação para obter a libertação de 11 trabalhadores do município de Penedo que estão em situação análoga à escravidão em uma fazenda de café.

De acordo com o superintendente Regional do Trabalho em Alagoas, Cícero Filho, a propriedade rural que os trabalhadores se referem no vídeo está localizada no Espírito Santo e não em Minas Gerais, como foi divulgado inicialmente.

Cícero Filho declarou que está tomando todas as providências cabíveis e que já entrou em contato com a Polícia Federal e com as Superintendências Regionais do Trabalho de MG e ES. Segundo ele, a Secretaria de Assistência Social de Penedo também disponibilizou suporte e aguarda o retorno das vítimas.

Além desses órgãos, o Ministério Público do Trabalho (MPT) também informou que está investigando o caso.

Entenda o caso

Em vídeo divulgado nas redes sociais, um grupo formado por 11 trabalhadores de Penedo denuncia estar sendo submetida a condições análogas à escravidão.

Uma mulher informa ter sido contratada para trabalhar junto com outras dez pessoas na colheita de café em uma fazenda do interior do estado, mas ao chegarem no local, as condições foram diferentes do que esperavam.

Ela relata que a produção de café não é suficiente para que todos trabalhem e, por conta disso, contraíram uma dívida que soma R$ 11 mil com o empregador, que ameaçou perseguir junto com a polícia e prender os trabalhadores que decidissem abandonar a fazenda antes de pagar a suposta dívida.

Redação com 7 Segundos

Galeria de Imagens