Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Moradora de casa incendiada chora por perder tudo e comenta relação com suspeito

Incêndio | 15:25 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 5 de julho de 2024

vv1

Reprodução/TV Pajuçara

Por: João Victor Souza 

A dona Marlete Dantas, moradora de uma das casas atingidas pelo incêndio criminoso no bairro Ponta da Terra, em Maceió, nessa quinta-feira (04), tenta se recuperar das perdas materiais através da fé e busca ajuda para se reerguer e recomeçar a vida. Desde a última noite, ela está abrigada em uma igreja no mesmo bairro, na companhia de outras famílias que precisaram deixar as casas devido ao risco de desabamento. Mãe e filha, que foram alvo do incendiário de 65 anos também estão no templo religioso.

Em entrevista ao repórter Ivan Lemos, da TV Pajuçara, dona Marlete disse, emocionada, que estava no momento de oração quando tomou conhecimento do fogo. Ela foi procurada na igreja por vizinhas e, ao correr de volta para a casa, encontrou a destruição, já que as chamas se alastraram para os imóveis ao lado. Nenhum pertence foi recuperado.

“Eu estava no culto, na igreja, e as vizinhas me chamaram. Elas disseram que estava o incêndio, e que uma casa de primeiro andar já tinha desabado. Não falaram muito, mas corri, quando cheguei lá, vi minha casa toda destruída. Perdi tudo. Sobrou nada […] Preciso de ajuda agora”, contou com lágrimas nos olhos.

A dona de casa também destacou que conhece o homem que causou o incêndio e confirmou que ele já teve intenção de tirar a vida da ex-companheira e da filha. “É triste. Tristeza. Um homem que praticamente a gente ajudava a ele. E ele fazer isso. É difícil. Nós tínhamos contato com ele, falávamos, dávamos comida, água… E ele provocar isso, né? Ele queria acabar com a vida da filha e da ex-esposa. Aí destruiu a vida da família e da família dos outros, né?”.

Apesar do prejuízo, dona Marlete não perde a esperança e acredita em dias melhores. “Eu tenho Deus grande. Vai me dar tudo de volta. Já pensou se ele fizesse isso de madrugada? Todo mundo dormindo? Ninguém ia ficar vivo”.

Quem tiver o interesse em ajudar a vítima do incêndio pode fazer doações em dinheiro para o Pix: 456 927 934 15, no nome de Marlete Dantas de Lima.

Mãe e filha seguem abaladas com incêndio criminoso

A mãe e a filha que estavam na casa incendiada, no primeiro momento, foram atendidas por uma equipe de assistência social da Defesa Civil Municipal nesta manhã.

O repórter Ivan Lemos informou que, ao recontar a história para as profissionais, elas ficaram abaladas e não quiseram gravar entrevista.

O que diz a Polícia Civil

A Polícia Civil de Alagoas confirmou, também nesta manhã, que já instaurou inquérito para investigar o incêndio. A delegada Kelly Kristinne, da Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher, destacou que o principal suspeito continua preso.

O homem pode responder por tentativa de homicídio qualificado, pelo fato de a vítima ser mulher, no contexto de violência doméstica, ou seja, tentativa de feminicídio, com a qualificadora de ter usado fogo combustível.

*Redação com TNH1

Galeria de Imagens