Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Moraes manda voltar ao ar entrevistas em que ex acusa Lira de agressão

Jullyene e Arthur Lira foram casados por 10 anos e têm dois filhos - 23:14

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 19 de junho de 2024

bRASIL

Nelson Jr. /SCO/STF

Por Naian Lucas Lopes

Nesta quarta-feira (19), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, reverteu sua própria determinação anterior e ordenou que sites e páginas que divulgaram entrevistas com denúncias de Jullyene Lins, ex-esposa de Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados, recoloquem o conteúdo no ar.

“Após a realização dos bloqueios determinados, as informações coletadas demonstram que algumas das URLs não podem ser consideradas como pertencentes a ‘um novo movimento em curso, claramente coordenado e orgânico, e nova replicagem, de forma circular, desse mesmíssimo conteúdo ofensivo e inverídico’, como salientado pelo requerente”, explicou o ministro após mudar de opinião.

Na terça (18), Moraes atendeu ao pedido dos advogados de Lira e determinou a retirada de dois textos e dois vídeos com falas de Jullyene Lins. O ministro afirmou, na ocasião, que não há direito absoluto à liberdade de expressão, destacando que a Constituição assegura “liberdade e responsabilidade”, mas sem abuso de direito.

Jullyene Lins acusou Lira de agressão física e ameaças. As acusações estão relacionadas a um processo de 2006, no qual Lira foi absolvido em 2015. As entrevistas foram concedidas à Folha de S.Paulo e Mídia Ninja.

Nas entrevistas, Jullyene exibiu deformações no abdômen como evidência das agressões e relatou agressões como socos, pontapés e estrangulamento.

Moraes ordenou que qualquer postagem com conteúdo semelhante fosse removida, estipulando uma multa diária de R$ 100 mil para veículos de comunicação que não cumprissem a ordem.

Redação com iG

Galeria de Imagens