Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Mulher morre após companheiro jogar um paralelepípedo em sua cabeça durante discussão

Erlane Adelino estava festejando com amigos em Piaçabuçu quando o suspeito chegou e iniciaram briga em via pública | 13:32 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 2 de julho de 2024

vv1

Eu fêmea

Uma mulher identificada como Erlane Adelino da Silva, 32 anos, foi morta após ser atingida na cabeça por um paralelepípedo durante uma briga com o marido na cidade de Piaçabuçu, no Litoral Sul de Alagoas.

O caso aconteceu no último domingo (30), e a vítima sangrou até a morte. O fato foi registrado em via pública, na Rua João Pessoa no bairro Brasília, na área central do município.

Conforme a polícia, testemunhas relataram que o homem teria iniciado a discussão porque Erlane estava bebendo e festejando com amigos. Nisso, o companheiro dela teria aparecido e mandado ela parar de beber, mas iniciaram uma discussão e agressões em via pública e que acabou no feminicídio.

O Instituto Médico Legal (IML) informou que a mulher morreu devido a um traumatismo cranioencefálico (TCE) com o impacto da pedrada que o companheiro dela deu.

O principal suspeito do crime foi identificado como José Cleonaldo Santana dos Santos. Ele está foragido.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rubem Natário, o casal residia na cidade de Igreja Nova e estava em Piaçabuçu para participar das festas juninas.

“A arma usada foi um paralelepípedo, mas houve sim um crime de feminicídio. Eles estavam festejando, bebendo e ele pediu para ela parar de beber, e a vítima não quis. Iniciaram uma discussão e até se agrediram na rua, até ele jogar a pedra’’, contou o delegado em entrevista a um portal de notícia local.

Ainda segundo o delegado, o suspeito falou na rua, logo após o crime que iria se entregar, para evitar ser linchado por populares. “Ele ficou gritando que iria se entregar, no entanto, quando uma guarnição da Polícia Militar foi acionada e chegou ao local, ele havia fugido”.

No vídeo abaixo o delegado Rubem natário fala sobre os procedimentos de investigação do caso. As investigações do caso ficou concentrado com o 88º Departamento de Polícia, em Piaçabuçu. Veja:

*Redação com Tribuna Hoje

Galeria de Imagens