Anadia/AL

25 de maio de 2024

Anadia/AL, 25 de maio de 2024

Na estreia de Cabo, CSA se impõe e vence o Cruzeiro por 2X0

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 25 de janeiro de 2024

WhatsApp_Image_2024-01-24_at_19.4.2e16d0ba.fill-1120x700

CSA X Cruzeiro em Arapiraca | Morgana Oliveira | CSA

PUBLICIDADE

✨ Por Pedro Ferreira

Na noite desta quarta-feira (24), a bola voltou a rolar no Campeonato Alagoano, dessa vez em partida válida pela 2° rodada, entre Cruzeiro e CSA, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. E quem levou a melhor foi o CSA, que venceu por 2 a 0.

O confronto entre as equipes azulinas ficou marcado pela estreia do técnico Marcelo Cabo, no Azulão, que chegou para apagar um incêndio que tem sido provocado pela diretoria, desde o início da temporada.

Os gols do CSA foram marcados por Gustavo Xuxa e Marquinhos, ambos no primeiro tempo. Com essa vitória, o Azulão é o líder provisório do campeonato, com 6 pontos. Já o Cruzeiro amarga a lanterna do campeonato, com 0 ponto.

E na próxima rodada, o Cruzeiro vai visitar a equipe do Murici, apenas no sábado (3 de fevereiro), às 16h, no Estádio José Gomes da Costa. E o CSA tem marcado na agenda o clássico contra o CRB, no domingo (28), às 16h, no Estádio Rei Pelé.

Meio campista Xuxa comemora com seus companheiros o gol do CSA – Foto: Morgana Oliveira

PRIMEIRO TEMPO

A partida já iniciou com um lance de perigo da equipe maceioense. Com um pouco mais de 30 segundos de jogo, após lindo passe de trivela de Gustavo Xuxa, o atacante Marquinhos tentou driblar o goleiro, mas parou na ótima defesa do goleiro Jefferson.

O goleiro da equipe arapiraquense sentiu a posterior da coxa, e pediu substituição, e deu lugar ao reserva Luiz Mach.

O CSA tomou as rédeas da partida, nos primeiros 10 minutos de partida, e apostou em uma proposta de jogo mais vertical, sem muito controle no meio-campo. Marcelo Cabo chegou já imprimindo suas digitais no time azulino.

Aos 15 minutos, em bom contra-ataque puxado por Dybala do campo de defesa, o atacante cruzou parar a boa intervenção do arqueiro Deivity.

Em lance individual do ponta-esquerda Marquinhos, ele achou um passe na primeira área e Xuxa finalizou com estilo, no canto esquerdo do goleiro. E o CSA abriu o placar: 1 a 0.

Após o gol sofrido, o Cruzeiro igualou as ações do jogo, e começou a ganhar mais duelos no meio de campo, além da manutenção da posse de bola.

E em novo ataque tramado pelo lado direito, aos 29 minutos, Kevin cruzou com força para a área e, no rebote dado pelo goleiro Luiz Mach, Marquinhos finalizou como um camisa 9 clássico, ampliando o placar para o Azulão: 2 a 0.

Próximo ao fim do primeiro tempo, o CSA administrou o resultado e trocou passes valorizando a posse de bola. E o Cruzeiro pouco fez na primeira etapa.

E já nos acréscimos, a equipe da casa bateu o escanteio curto e o lateral do Urso surpreendeu, finalizando forte para ótima defesa do goleiro Deivity, que colocou para escanteio.

E, após os 4 minutos de acréscimos, o árbitro encerrou a primeira etapa, no Coaracy da Mata Fonseca.

Finalização perigosa do Cruzeiro – Foto: ASCOM/Cruzeiro

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa iniciou com o Cruzeiro mais ativo no meio-campo e nas transições de ataque. E aos 3 minutos de jogo, a bola sobrou para o meio-campista do Urso Everton Potiguar, que finalizou de chapa e a bola beijou o travessão e saiu.

Após o susto, Azulão conseguiu esfriar a partida, além de igualar as ações ofensivas. A equipe mandante voltou a assustar. Logo após a falha do defensor Lucas Marques, a bola ficou limpa para o atacante Adílio que finalizou em cima do goleiro azulino.

Aos 23 minutos, o Cruzeiro voltou assustar o CSA, após cobrança de falta venenosa de André Lessa. A bola foi em direção ao gol, mas Deivity deu um tapa na bola, colocando para escanteio. O time celeste finalmente encontrou superioridade na partida.

E em boa trama entre Douglas Skilo e Rômulo, o camisa 7 fez ótimo giro no marcador e finalizou na trave. Atacante mostrou que o Azulão voltou para o segundo tempo.

Ambas as equipes fizeram várias mexidas em suas escalações, porém, o panorama da partida continuou o mesmo. O Cruzeiro pressionou, criou chances, mas o excesso de nervosismo atrapalhou a equipe da casa.

Nós acréscimos, a partida caiu de intensidade e os times mostraram o desgaste habitual de equipes em pré-temporada. Favorecendo a equipe visitante.

E, após os 5 minutos de acréscimos, dados pelo arbitro Wiomar de Oliveira, o CSA sai de Arapiraca vencedor e garante mais 3 pontos no campeonato. Ao contrário do Cruzeiro, que após mais uma derrota liga o sinal de alerta para o restante do Alagoano.

Cruzeiro se torna lanterna do campeonato – Foto: ASCOM/Cruzeiro

FICHA TÉCNICA:

Cruzeiro – Jefferson; Michel; Vera Cruz; Juan; Digão; Celestino; Jackson; Adílio Dybala; André Lessa; Ewerton Potiguar

CSA – Deivity; Lucas Marques; Jean Pierre; Eduardo Biazus; Kevin; Marlon; Jean Cleber; Gustavo Xuxa; Marquinhos; Rômulo; Tiago Marques

GOLS: Gustavo Xuxa (CSA) Marquinhos (CSA)

ARBITRAGEM: Wiomar Santana de Oliveira;

ASSISTENTES: Aldrin Freire Costa Matias; Maria de Fatima Mendonca da Trindade

QUARTO ARBITRO: João Pedro da Silva Braga

✨ Redação com Gazeta Web

Galeria de Imagens