Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Netanyahu dissolve seu gabinete de guerra

Medida era amplamente esperada após a saída de Benny Gantz, que deixou o governo afirmando que Netanyahu não conseguiu formar uma estratégia para o combate em Gaza

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 17 de junho de 2024

ghj

Foto: Reprodução

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, dissolveu o gabinete de guerra composto por seis membros, informou uma autoridade israelense nesta segunda-feira (17). Essa ação era amplamente esperada após a saída do governo do ex-general centrista Benny Gantz.

Agora, espera-se que Netanyahu realize consultas sobre a guerra em Gaza com um grupo reduzido de ministros, incluindo o ministro da Defesa Yoav Gallant e o ministro de Assuntos Estratégicos Ron Dermer, que já faziam parte do gabinete de guerra.

Netanyahu enfrentava pressões dos parceiros nacionalistas-religiosos em sua coalizão, o ministro das Finanças Bezalel Smotrich e o ministro da Segurança Nacional Itamar Ben-Gvir, para serem incluídos no gabinete de guerra. Essa inclusão poderia intensificar as tensões com parceiros internacionais, incluindo os Estados Unidos.

O fórum foi formado após Gantz se juntar a Netanyahu em um governo de unidade nacional no início da guerra em outubro e também incluía o parceiro de Gantz, Gadi Eisenkot, e Aryeh Deri, líder do partido religioso Shas, como observadores.

Gantz e Eisenkot deixaram o governo na semana passada, alegando que Netanyahu não conseguiu formar uma estratégia para a guerra em Gaza.

Fonte: Brasil 247

Galeria de Imagens