Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Novo Hospital Sanatório fica pronto em 2025

Construção já foi iniciada no bairro São Jorge; provisoriamente, unidades vão funcionar de forma compartimentada - 10:07

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 22 de junho de 2024

Alagoas 3

Construção do novo hospital está em andamento com previsão de conclusão para segundo semestre de 2025 - Foto: Edilson Omena

Por Valdete Calheiros.

O novo Hospital Sanatório que está sendo construído no bairro São Jorge ficará pronto no segundo semestre do ano que vem. Essa é a perspectiva da direção da unidade de saúde que completará 80 anos em 2025.

O diretor de planejamento, controle e avaliação do Hospital Sanatório, Victor Dantas, explicou que, nesse ínterim, o Hospital Sanatório irá funcionar de forma compartimentada em outras unidades que também estão sendo preparadas para receber, de forma temporária, as atividades.

Segundo o diretor do Hospital Sanatório, a previsão é de que no próximo mês de agosto uma unidade no Centro já esteja funcionando. “O local é o mesmo onde funcionou o Rodrigo Ramalho, da Santa Casa”, detalhou.

A unidade de hemodiálise que funcionará próximo à Avenida Josefa de Melo deverá ser aberta, conforme o diretor de planejamento, controle e avaliação do Hospital Sanatório, em outubro próximo.

O Hospital Geral provisório deverá abrir em dezembro deste ano. O local funcionará onde funcionou a antiga Maternidade Nossa Senhora de Fátima.

A sede administrativa do Hospital Sanatório está funcionando no Farol. Os funcionários das áreas administrativas estão trabalhando normalmente.

“Quanto aos funcionários da área assistencial estão passando por reciclagens e capacitações, oferecidas pelo hospital e estão recebendo seus salários normalmente. Não houve desligamentos”, assegurou Victor Dantas.

O Hospital Sanatório tem cerca de 600 funcionários. Segundo os sindicatos dos trabalhadores do hospital e que são da área da saúde, a média de funcionários da enfermagem entre enfermeiros, auxiliares e técnicos é de 400 trabalhadores.

A presidente do Sindicato dos Enfermeiros de Alagoas, Cíntia Cristina Paula de Carvalho, confirmou que os enfermeiros continuam ligados ao Hospital Sanatório e estão recebendo salários.

“Os contratos estão ativos, está tudo certinho. A única coisa pendente é o complemento do piso da enfermagem que vem do Ministério da Saúde e é entregue à prefeitura para que faça o repasse ao Hospital Sanatório. Esse repasse não foi feito. O Hospital Sanatório ainda não recebeu”, acrescentou.

O Sindicato dos Técnicos de Enfermagem também garantiu que os salários estão sendo pagos em dia e afirmou que não houve demissões no quadro. Os postos de trabalho foram mantidos.

População perdeu referência com evacuação de hospital no Pinheiro

Desde o dia de 29 de novembro do ano passado, quando o Hospital foi obrigado a transferir seus 80 pacientes internados e 357 pacientes de hemodiálise para outras unidades de saúde, a exemplo do Hospital Universitário, Hospital Veredas, Santa Casa de Misericórdia de  Maceió, Hospital Médico Cirúrgico e Renal Center, a população perdeu a referência do local onde funcionava a unidade de saúde.

O Hospital Sanatório funcionava no bairro Pinheiro, vizinho ao Mutange, um dos cinco bairros da capital afetados pela mineração que compromete ainda os bairros de Bebedouro, Bom Parto e Farol.

O Hospital Sanatório é uma entidade filantrópica que há quase oito décadas realiza um reconhecido serviço de atenção médico-hospitalar à comunidade.

Pinheiro: antigo prédio foi evacuado com ameaça de colapso de minas (Foto: Edilson Omena)

A decisão de transferir os pacientes foi tomada, em caráter de urgência, pela Defesa Civil Municipal, diante do risco de colapso na mina 18 da Braskem, no bairro do Mutange, o que acabou ocorrendo.

Naquele dia 29 de novembro de 2023, diante da necessidade de evacuação do Hospital Sanatório, em razão da possibilidade de colapso da mina 18 da Braskem, os pacientes internados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e regulados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), foram transferidos, emergencialmente, para leitos contratualizados na Santa Casa de  Maceió e no Hospital Veredas.

Após concluírem o tratamento, os pacientes receberam alta. Outros pacientes continuam recebendo assistência das equipes multidisciplinares das unidades para as quais foram transferidos.

* Tribuna Hoje

Galeria de Imagens