Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

“O terror da Vaquejada” morre após trocar tiros com a polícia em União dos Palmares

Com ele os militares encontraram um revolver calibre 38.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 13 de abril de 2024

ASSASSINADO

Edson Francisco de Oliveira Silva - Trocou tiros com a policia - Foto: Reprodução

♦️  Thalitta Brum 

Na tarde de quarta-feira, (10/04), uma operação conduzida pelo Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) do 2º Batalhão de Polícia Militar, sob o comando do Tenente Coronel Nilton Rocha, resultou na morte de Edson Francisco de Oliveira Silva, de 22 anos, mais conhecido pelo apelido de “Neguinho da Vaquejada”. A operação ocorreu na AL 205, zona rural, entre Santana do Mundaú e União dos Palmares, às 16:20h.

Edson era considerado um indivíduo de alta periculosidade, com um histórico de terrorizar a comunidade local e suspeito de estar envolvido em múltiplos homicídios na região de União dos Palmares. Segundo informações do serviço de inteligência da Polícia Militar, ele estava armado e fazendo uso de drogas em um espaço de lazer conhecido como bar da Xiringa.

Ao ser avistado conduzindo uma motocicleta com duas adolescentes, Edson não obedeceu à ordem de parada dos militares, iniciando uma fuga que se estendeu da zona rural até a rodovia AL-205. Durante a tentativa de interceptação, Edson desceu da motocicleta, agarrou uma das adolescentes como escudo humano, mas acabou soltando-a antes de sacar uma arma e disparar contra os policiais. A resposta dos agentes foi imediata, resultando na sua morte.

No momento do confronto, Edson estava armado com um revólver Taurus calibre 38, com duas munições intactas e quatro deflagradas. A motocicleta utilizada na fuga também foi apreendida.

Este indivíduo era o principal suspeito de vários assassinatos, incluindo as mortes de Júlio Neto e Samuel no bairro Roberto Correia de Araújo, além de outros dois homicídios em 2023. Seu histórico incluía ameaças e intimidações a testemunhas de crimes e familiares das vítimas, além de um episódio de tortura registrado em março deste ano.

Uma adolescente que estava presente no local do confronto foi levada à delegacia para prestar esclarecimentos. As autoridades continuam investigando para assegurar que todos os envolvidos na cadeia de crimes associados a Edson sejam devidamente processados.

Militares – @Reprodução


Repórter Alexandre Tenório – BR 104

Redação com BR 104

Galeria de Imagens