Anadia/AL

16 de junho de 2024

Anadia/AL, 16 de junho de 2024

Pagos com dinheiro público, 25 parlamentares dão R$ 125 mil para bancar ato de Bolsonaro

Ligado a Silas Malafaia, Sóstenes Cavalcante encabeça a lista que tem nomes como Nikolas Ferreira, que sempre recebeu salário como político profissional - 15:22

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 20 de abril de 2024

Politica 1

Sóstenes Cavalcante com Jair Bolsonaro, observado por Magno Malta. Créditos: Rede X / Sóstenes Cavalcante

Por Plínio Teodoro

Após Silas Malafaia bancar o ato na Paulista com dinheiro de uma ONG – a Associação Vitória em Cristo – ligada à sua igreja para escapar do fisco, um grupo de 25 deputados, pagos com dinheiro público, montou uma vaquinha e arrecadou R$ 125 mil para financiar o evento de Jair Bolsonaro (PL) marcado para este domingo (21), em Copacabana, no Rio.

Segundo reportagem de Levy Teles, do Estadão, o líder da bancada evangélica Sóstenes Cavalcante (PL-RJ) foi o primeiro a doar, R$ 5 mil, para a causa.

“Eu fui o primeiro para dar exemplo”, disse o parlamentar, que tem estreita ligação com Malafaia e assumiu o comando do novo ato.

Além dele, outros 15 deputados e nove senadores, aliados do ex-presidente, teriam participado da arrecadação do dinheiro.

“Não é justo apenas uma pessoa arcar com os gastos”, justificou Marco Feliciano (PL-SP), também da bancada evangélica.

A reportagem divulou o nome de 14 dos 25 parlamentares que usaram parte dos salários pagos pela União para bancar o ato de Bolsonaro.

Veja:
Bia Kicis (PL-DF)
Carlos Portinho (PL-RJ)
Dr. Hiran (PP-RR)
Eduardo Bolsonaro (PL-SP)
Izalci Lucas (PL-DF)
Jorge Seif (PL-SC)
José Medeiros (PL-MT)
Magno Malta (PL-ES)
Marcos Rogério (PL-RO)
Nikolas Ferreira (PL-MG)
Pr. Marco Feliciano (PL-SP)
Rogério Marinho (PL-RN)
Sóstenes Cavalcante (PL-RJ)
Wilder Morais (PL-GO).

Redação com Revista Fórum 

Galeria de Imagens