Anadia/AL

25 de maio de 2024

Anadia/AL, 25 de maio de 2024

Palmeiras negocia com empresa responsável pelo gramado do Nilton Santos para CT

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 8 de fevereiro de 2024

vv2

Fábio de Paula/Botafogo

Após problemas com o gramado do Allianz Parque, o Palmeiras decidiu romper o contrato que tinha com a Soccer Grass referente apenas a Academia de Futebol, já que, no estádio, o vínculo é com a WTorre e Real Arenas.

NOSSO PALESTRA apurou que o Verdão mantém negociações com a Total Grass, empresa responsável pela instalação da nova grama no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, para a realização das manutenções dos campos do Centro de Treinamento.

A Total Grass está, nesse momento, realizando serviços para o Maior Campeão do Brasil. A empresa está realizando a troca do gramado da Academia de Futebol 2, Centro de Treinamentos das Categorias de Base do Palmeiras, localizado em Guarulhos, São Paulo.

A diretoria alviverde entende que o estádio onde o Botafogo manda suas partidas é um case de sucesso por conta das mais variadas afirmações sobre a boa qualidade do piso para a prática do futebol. Muitos atletas consideraram o gramado do Engenhão, o melhor entre os sintéticos do país.

Enquanto conversa com a Total Grass, o Palmeiras vive compasso de espera para retornar a mandar jogos no Allianz Parque. A WTorre, juntamente com a Soccer Grass, aguardam a chegada do novo material orgânico de cortiça, que substituirá o composto termoplástico, para dar início aos reparados no piso do estádio.

Por conta disso, ainda não há uma data oficial para que o Verdão possa mandar jogos na arena. Só será possível realizar o planejamento quando o novo material, que está vindo de um fornecedor norueguês, estiver em solo brasileiro.

O Palmeiras foi procurado pela reportagem, mas não respondeu até o momento da publicação.

*Redação com Nosso Palestra

Galeria de Imagens