Anadia/AL

15 de junho de 2024

Anadia/AL, 15 de junho de 2024

Pimenta denuncia à PF médicos que propagaram fake news durante a calamidade no Sul

A disseminação de notícias falsas está prejudicando o trabalho de resgate e assistência às vítimas das fortes chuvas que assolam o Rio Grande do Sul, afirmou o ministro | 15:10 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 10 de maio de 2024

vv1

Reprodução

O ministro Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação Social, enviou à Polícia Federal (PF) na quinta (9) dois novos nomes, identificados como  médicos, para serem investigados pela suspeita de disseminarem fake news sobre as enchentes no Rio Grande do Sul, ação que atrapalha o processo de resgate em um momento decisivo que o Rio Grande do Sul enfrenta.

De acordo com a jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo. “Eles postaram vídeos em suas redes sociais afirmando que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estaria impedindo aviões particulares de decolarem com medicamentos doados às vítimas da catástrofe –o que a agência nega de forma enfática”.

A disseminação de notícias falsas está prejudicando o trabalho de resgate e assistência às vítimas das fortes chuvas que assolam o Rio Grande do Sul, afirmou o ministro da Secom. “Converso diariamente com o pessoal da Defesa Civil e das Forças Armadas, que estão fazendo o salvamento. Ninguém aguenta mais essa onda organizada e de forma industrial de disseminação de notícias falsas”.

No início da semana, Paulo Pimenta entrou com uma representação na Polícia Federal (PF) e na Advocacia-Geral da União (AGU) para identificar criadores de fake news sobre a tragédia no Rio Grande do Sul.

*Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens