Anadia/AL

18 de maio de 2024

Anadia/AL, 18 de maio de 2024

Polícia prende terceiro envolvido em homicídio ocorrido em Pau d’Arco

José Adriano Ferreira de Araújo foi morto no começo do ano, a facadas e pedradas

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 24 de abril de 2024

AVEEE

Prisão ocorreu nesta quarta, em Maceió | Foto: Polícia

A Delegacia de Homicídios de Arapiraca, liderada pelo delegado Everton Gonçalves de Souza, cumpriu, na manhã desta quarta-feira (24), mandados de busca e apreensão e prisão contra o terceiro envolvido no homicídio de José Adriano Ferreira de Araújo, assassinado em 28 de janeiro deste ano no Povoado Pau d’Arco, em Arapiraca, Alagoas.

A prisão faz parte da operação deflagrada hoje pela Polícia Civil (PC) em Maceió e outras 11 cidades do Estado.

Segundo o delegado, dois indivíduos menores de idade também envolvidos no crime já haviam sido apreendidos em operação da delegacia no fim do mês de março, encontrando-se internados e à disposição da justiça.

“Nos dirigimos até o Povoado Batingas, em Arapiraca, onde ele foi detido. Ele é suspeito de matar Adriano, que foi morto em sua residência com golpes de arma branca e pedradas, em janeiro deste ano. Nós já havíamos apreendido dois menores pelo crime em Pau d’Arco. Na manhã de hoje, nós demos cumprimento ao maior de idade”, informou Everton Gonçalves.

Ainda segundo o delegado, o inquérito do caso está para ser concluído para verificar se há a participação de mais um suspeito no homicídio e a motivação do crime.

Operação – A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (24), uma operação para prender envolvidos em diversos crimes no Estado. A ação é comandada pelo delegado-geral, Gustavo Xavier, e coordenada pelo delegado-geral adjunto, Eduardo Mero.

O cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão acontece nas cidades de Maceió, Arapiraca, São Miguel dos Campos, Palmeira dos Índios, Maragogi, Porto Calvo, Viçosa, Novo Lino, União dos Palmares, Delmiro Gouveia, Batalha e Santana do Ipanema.

Crimes – Os crimes que estão na mira da operação são organização criminosa, estupro de vulnerável, violência doméstica, roubo, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, entre outros.

Fonte: Gazeta Web

Galeria de Imagens