Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Política Governo entrega 448 casas do Minha Casa, Minha Vida no Recife

As unidades vão beneficiar cerca de duas mil pessoas que antes moravam na Comunidade do Papelão.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 2 de julho de 2024

B - A

Foto: Reprodução Ricardo Stuchert

Edição: Bianca Paiva / Fran de Paula.

O presidente Lula participou, nesta terça-feira (2), da entrega de unidades habitacionais em Recife. O evento, ao lado do prefeito João Campos, foi no bairro de Joana Bezerra, no Centro da capital pernambucana.

Foram entregues 448 residências dos Conjuntos Vila Brasil I e II, em uma parceria do Governo Federal, pelo Minha Casa, Minha Vida, com a Prefeitura.

As unidades vão beneficiar cerca de duas mil pessoas que antes moravam na Comunidade do Papelão. Uma delas, a Micherlane da Silva.

“Eu estou muito feliz. Tenho quatro filhos e é um sonho dar um lugar melhor pros meus filhos morarem. Uma praça pra brincar. Agente tem um palácio agora. Vai sair da palafita para um palácio”.

Já a ministra da Saúde, Nísia Trindade, anunciou a inclusão de duas maternidades nas obras do Novo PAC, o Programa de Aceleração do Crescimento.

De acordo com o ministério da Educação, o Novo PAC vai investir em 95 novas creches, 45 novas escolas de tempo integral, 112 ônibus escolares, além de seis novos campi de institutos e universidades federais no estado. Entre eles, o Recife-Centro, do Instituto Federal de Pernambuco, e o Sertão, da Universidade Federal de Pernambuco, no município de Sertânia.

O presidente Lula também assinou contrato do Programa Periferia Viva que, segundo o governo federal, vai beneficiar 2,6 mil famílias de Caruaru, com a regularização fundiária e a melhorias das habitações.

E o Ministério de Portos e Aeroportos anunciou R$ 147 milhões em investimentos no Complexo Industrial Portuário de Suape.

Depois da cerimônia, Lula seguiu para o Espaço Cultural da Caixa Econômica Federal. Lá, ele entregou cheques de indenização às famílias que têm moradias em “prédios-caixão”, na região metropolitana de Recife.

Essas unidades têm alto risco de desabamento, e algumas ao longo dos anos desabaram causando mortes, por causa da forma irregular de construção.

Proprietários de apartamentos em 133 prédios-caixão foram beneficiados com até R$ 120 mil da Caixa Econômica Federal. No ano que vem, serão mais 298 edifícios.

Redação com Radioagência

Galeria de Imagens