Anadia/AL

21 de julho de 2024

Anadia/AL, 21 de julho de 2024

Professores de universidades federais decidem pelo fim da greve

Decisão anunciada neste domingo (23/6) foi resultado de reuniões para avaliar proposta do governo. Acordo deve deve ser assinado na quarta - 23:55

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 24 de junho de 2024

Geral 8

Nathália Cardim/Metrópoles

Por Deivid Souza

Os professores das universidades federais deliberaram, neste domingo (23/6), pelo fim da greve. O Comando Nacional de Greve da Greve Docente Federal divulgou um comunicado à imprensa no qual afirma que o termo de acordo apresentado pelo governo deve ser assinado na quarta-feira (26/6).

As reuniões para avaliar a proposta apresentada pelo governo federal aos docentes foram realizadas do dia 17 ao dia 21 deste mês. Os professores do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) e parte dos técnicos-administrativos educacionais já haviam aceitado os termos propostos pelo governo do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Uma plenária nacional sobre o tema teve placar de 89 votos a favor, 15 votos contrários e 6 abstenções, conforme o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe).

No momento, a Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra Sindical), que representa a maioria dos técnico-administrativos, tem decisão de continuidade à greve.

A formalização das decisões depende de assinaturas do termo de compromisso entre as partes. Depois disto, a paralisação terá fim.

Alteração na carga horária

Nas últimas semanas, o governo federal, por meio Ministério da Educação (MEC), propôs fazer alteração na carga horária. O registro de ponto eletrônico e a carga horária do Ensino Básico Técnico e Tecnológico (EBTT), que contempla os professores dos institutos federais, poderão ter alterações, conforme sinalizado pelo MEC. As alterações seriam por meio da revogação da Portaria nº 983/2020, editada pelo governo Jair Bolsonaro (PL).

Redação com Metrópoles


Galeria de Imagens