Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Profissionais são afastadas de escola de Coruripe após criança de dois anos ser mordida por outra

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 2 de março de 2024

coruripe

Secretária Cintya Alves ao lado de representantes da escola e do Conselho Municipal de Educação - Foto: Reprodução/Redes Sociais

A secretária de Educação de Coruripe, Cintya Alves, divulgou um vídeo nas redes sociais ao lado de representantes da direção do Centro de Educação Infantil Professora Maria Zenaide Rocha Santos e do Conselho Municipal de Educação de Coruripe, para afirmar as providências adotadas sobre o caso de uma criança de dois anos que levou cerca de 20 mordidas de uma outras criança da mesma idade, na quinta-feira (29).

A secretária afirmou que os primeiramente os pais foram chamados e ouvidos pela Secretaria de Educação e que o Conselho Tutelar do Município também foi acionado para acompanhar o caso.

“Nós ouvimos os pais aqui na Secretaria de Educação do Município, estamos dando todo o apoio psicológico aos pais das duas crianças envolvidas e também tivemos uma reunião com os três profissionais que estavam em sala de aula no momento que o episódio aconteceu, Nós abrimos um processo administrativo para apurar o caso”, disse Cintya Alves.A Secretaria Municipal de Educação de Coruripe, afastou uma professora e duas auxiliares educacionais da unidade de ensino onde o episódio aconteceu.

Na próxima segunda-feira (04) uma portaria será divulgada com os nomes dos membros da comissão que irão apurar o caso.

A secretária ainda afirmou que, de acordo com as imagens das câmeras de segurança instaladas na creche, não houve agressão por parte de adultos. Apenas as duas crianças se envolveram no episódio.

A secretaria finalizou pedindo que os pais da criança que mordeu o coleguinha procuraram a secretaria bastante abalados e estão preocupados com o comportamento de algumas pessoas nas redes sociais, que estão divulgando mensagens ofensivas e de ódio à criança.

“Nós gostaríamos de fazer um apelo para que as pessoas não joguem ódio na criança porque trata-se de um episódio isolado e que envolveu uma criança de apenas dois anos”.

Redação com 7 Segundos

Galeria de Imagens